Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pólo Industrial de Manaus mantém crescimento no primeiro bimestre

Notícias

Pólo Industrial de Manaus mantém crescimento no primeiro bimestre

A retomada das exportações de aparelhos celulares e a maior parceria comercial do pólo com os países do continente e mesmo de outros blocos econômicos têm contribuído para a melhora das vendas no mercado externo.
publicado: 09/04/2008 00h00 última modificação: 25/07/2016 11h58

O Pólo Industrial de Manaus (PIM) registrou faturamento de US$ 4,326 bilhões no primeiro bimestre do ano. O resultado, revelam os indicadores de desempenho da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), é 30,14% maior que o obtido no mesmo período do ano passado (US$ 3,324 bilhões). Com relação ao indicador de fevereiro de 2007, quando o parque fabril contabilizou US$ 1,618 bilhões, em fevereiro de 2008 essa cifra alcançou US$ 2,129 bilhões, marca US$ 510,941 milhões maior.

Com relação a geração de empregos, esta se mantém na casa dos 101 mil empregos diretos nas linhas de produção, considerando que das aproximadamente 500 fábricas do pólo, 397 informaram seus indicadores à autarquia. A expectativa é que este número tenha crescido para a casa dos 103 mil em março. Em janeiro, o número de empregos foi ligeiramente maior, mas a quantidade de empresas que repassaram seus dados até o fechamento dos indicadores também foi superior.

Outro bom resultado registrado pela SUFRAMA foi o das exportações no bimestre. Nos dois primeiros meses desse ano elas chegaram a US$ 161,303 milhões, equivalentes a uma alta de 30,05% em relação aos US$ 124,028 milhões do primeiro bimestre de 2007. A retomada das exportações de aparelhos celulares e a maior parceria comercial do pólo com os países do continente e mesmo de outros blocos econômicos têm contribuído para a melhora das vendas no mercado externo.

Os televisores com telas de cristal líquido (LCD) e de plasma continuam o processo crescente de substituição das TVs com tubo de imagem. No acumulado do primeiro bimestre, os fabricantes do segmento produziram 228.084 aparelhos com tela de LCD, ou seja, 421,94% mais que no mesmo período do ano anterior, e 35.113 com tela de plasma, resultado 49,40% maior que nos dois primeiros meses de 2007. Já a produção das TVs com tubo de imagem caiu 17,65% no período comparado, de 1,299 milhões para 1,069 milhões.

Os fabricantes de motocicletas, que respondem por um dos segmentos mais vigorosos do Pólo Industrial de Manaus, contabilizaram alta de produção de 30,78% no bimestre, alcançando 387.015 unidades. Já as companhias que estão apostando na produção de receptor-decodificador de sinal digital (set-top box), incluindo modelos para a TV digital, comemoram produção 44,85% maior no período considerado. Juntas fabricaram 896.468 aparelhos.

Também anotaram produção maior neste início de ano as linhas de auto-rádio e aparelhos reprodutores de áudio (mais 89,65%), telefone celular (alta de 66,88%), compact-disc – inclusive cd-rom (aumento de 60,95%), monitores com tela de LCD para uso em informática (47,15% maior), rádios e aparelhos reprodutores e gravadores de áudio – portátil (crescimento de 30,59%), relógios de pulso e bolso (28,51% mais) e microcomputadores – inclusive portáteis (alta de 6,04%).

 

registrado em: , ,