Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Polo industrial fatura US$ 32,2 bilhões e gera 110 mil de janeiro a novembro

Notícias

Polo industrial fatura US$ 32,2 bilhões e gera 110 mil de janeiro a novembro

A superintendente da autarquia destacou que os dados dos Indicadores de Desempenho do PIM atestam a recuperação da economia brasileira e da região, em 2010, em relação à crise de 2009 e à 2008, até então o melhor ano do polo.
publicado: 04/01/2011 00h00 última modificação: 28/04/2016 16h21

O faturamento das empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) chegou aos US$ 32,271 bilhões de janeiro a novembro de 2010, um crescimento de 36,95% sobre o igual período de 2009 (US$ 23,564 bilhões) e 24,30% sobre o faturamento dos 12 meses daquele mesmo ano (US$ 25,962 bilhões). Os dados são dos Indicadores de Desempenhos levantados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e o resultado do acumulado do ano reforça a expectativa da superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Skrobot Barbosa Grosso, de que os números de dezembro confirmem um faturamento total de US$ 35 bilhões.

A superintendente da autarquia destacou que os dados dos Indicadores de Desempenho do PIM atestam a recuperação da economia brasileira e da região, em 2010, em relação à crise de 2009 e à 2008, até então o melhor ano do polo. “Com o resultado de 2010 chegamos ao recorde dos recordes ao superar 2008, ano que registrou faturamento de US$ 30 bilhões. E para 2011 continuamos a apostar no crescimento”, disse Flávia Grosso. Em novembro passado, as vendas das indústrias da Zona Franca somaram US$ 3,858 bilhões contra US$ 2,944 bilhões de novembro de 2009, um crescimento de 30,04%.

Com US$ 11,332 bilhões, o segmento Eletroeletrônico lidera a participação do faturamento acumulado com 35,12%, seguido pelo subsetor de Duas Rodas (motocicletas), com faturamento de US$ 6,512 bilhões e 20,18% de participação. O polo Químico vem em terceiro, com faturamento de US$ 3,777 bilhões e 11,71% de participação, até novembro de 2010.

Os empregos do PIM somaram em novembro de 2010, 110 mil postos diretos, 0,56% maior que outubro com 109 mil empregos. O emprego de novembro também é 10,59% superior ao do igual período de 2009 quando foram registrados 99 mil postos. A SUFRAMA mantém a previsão de encerrar 2010 com 116 mil empregos diretos.

Produtos
Entre os itens produzidos no PIM os destaques são os televisores com tela de cristal líquido (LCD) que tiveram crescimento de 121,86%, atingindo a marca de 7,711 milhões de unidades nos onze meses de 2010 contra 3,475 milhões do mesmo período de 2009. Aparelhos celulares tiveram um salto de 16,955 milhões de unidades de janeiro a novembro de 2009 para 18,392 milhões, no mesmo período do ano passado. A evolução é de 8,41%. O televisor com tela de plasma cresceu 39,62%, com 401 mil aparelhos no acumulado de 2010, enquanto o igual período de 2009 somou 287,2 mil unidades. As motocicletas chegaram aos 1,481 milhão de unidades produzidas no acumulado de 2010 contra 1,298 milhão de 2009, crescimento de 14,10%.