Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Polo Naval do Amazonas ganha espaço na Navalshore 2013

Notícias

Polo Naval do Amazonas ganha espaço na Navalshore 2013

Evento é realizado no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro.
por Layana Rios publicado: 12/08/2013 10h11 última modificação: 19/02/2016 13h03

Para divulgar as oportunidades na área de Construção Naval no Amazonas, atraindo novos investidores para o mercado regional, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) participa – em parceria com a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico do Amazonas (Seplan) e o Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/AM) – da 10ª edição da Navalshore Marintec South America - Feira e Conferência da Indústria Naval e Offshore, que começa neste dia 13 e vai até 15 de agosto.

Considerado o maior e mais importante evento da indústria naval e offshore da América Latina, a Navalshore reúne um público selecionado - diretores, projetistas, engenheiros, operadores, compradores, entre outros - que faz parte do processo decisório na compra de produtos e seleção de fornecedores, oferecendo boas oportunidades de negócios para as empresas que vão expor em uma área de 11 mil metros quadrados, no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro (RJ).

A feira conta com novidades em produtos e serviços para a construção e reparo naval, equipamentos e suprimentos para estaleiros, além de soluções para o setor de petróleo e gás. A SUFRAMA participa com um estande de 45 metros quadrados, onde além da Seplan e Sebrae/AM, estarão presentes o Sindicato das Indústrias da Construção Naval, Náutica, Offshore e Reparos do Amazonas (Sindnaval), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Secretaria de Geodiversidade e Recursos Hídricos (SEMGRH), Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Ciama) e Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), além de representantes de estaleiros, que poderão divulgar produtos e serviços, bem como firmar parcerias comerciais.

A comitiva do Amazonas também participa do Navalshore Auditorium, com a realização das palestras “Navegação no Amazonas /Indústria Naval no Amazonas”, no dia 13; “Logística e Oportunidade de Investimento no Setor Mineral no Amazonas”, no dia 14; e Políticas tributárias da Zona Franca de Manaus para empreendimentos industriais, no dia 15.

Polo Naval
O evento faz parte das ações de promoção comercial da SUFRAMA, com o objetivo de divulgar as potencialidades da região para atrair investimentos e consolidar negócios. “A tendência do Polo Naval do Amazonas é de crescimento, tendo em vista a nossa vocação fluvial e a necessidade de embarcações para a região, que atualmente são produzidas em outras regiões do país, portanto a autarquia presta todo o apoio ao segmento, participando deste evento, que traz grandes resultados em termos de articulações e geração de negócios para o setor”, afirma o coordenador-geral de Promoção Comercial da SUFRAMA, Jorge Vasques.

A participação da comitiva amazonense na Navalshore deve contribuir em negócios para a Polo Naval do Amazonas, que está na fase de levantamento técnico, com a realização da regularização fundiária e do licenciamento ambiental, de acordo com a Seplan. A previsão é de que sejam construídos dois grandes estaleiros, seis de médio porte e mais 60 de pequeno porte em até três anos, gerando cerca de 20 mil empregos diretos.