Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Prefeitura entrega licitação do Lote 1 das obras do Distrito para análise da Suframa

Notícias

Prefeitura entrega licitação do Lote 1 das obras do Distrito para análise da Suframa

Segundo informações da Prefeitura de Manaus, o lote 1 é o maior do pacote de obras e possui o maior nível de criticidade, com aproximadamente 36 quilômetros de vias.
por Layana Rios publicado: 05/06/2019 16h54 última modificação: 05/06/2019 18h04

O superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, recebeu do prefeito de Manaus, Arthur Neto, a documentação referente à licitação do lote 1 das obras de revitalização do Distrito Industrial. A entrega da documentação licitatória, que será analisada pela equipe técnica da Suframa em até 15 dias, ocorreu nesta quarta-feira (5), no auditório da Autarquia.


Segundo informações da Prefeitura de Manaus, o lote 1 é o maior do pacote de obras e possui o maior nível de criticidade, com aproximadamente 36 quilômetros de vias, entre as quais estão a bola da Suframa, as avenidas governador Danilo de Matos Areosa, Ministro João Gonçalves e Ministro Mário Andreazza, além das ruas Rio Quixito, Guaruba, Rio Jaguarão e Itaúba. Após a análise da Suframa, a prefeitura poderá assinar o contrato e dar o início das obras com a empresa Etam, vencedora da licitação. O prazo para a conclusão das obras é de 10 meses a partir da assinatura do contrato.


Para o superintendente Alfredo Menezes, as obras, somadas aos dois demais lotes que já tiveram os trabalhos iniciados, são fundamentais para novo investimentos no Polo Industrial de Manaus. “Estamos irmanados com o objetivo de construir uma cidade melhor e isso vem ao encontro do objetivo do nosso presidente em melhorar a região. Esse asfaltamento é extremamente importante para nós nesse momento em que vários investidores vêm visitar as plantas do Distrito e a expectativa é muito grande para tornar o nosso Distrito um ponto atrativo para negócios nesse momento de reformas que podem ser favoráveis a nossa região”, disse.


O prefeito Arthur Neto também destacou a importância da obra para o Polo Industrial de Manaus (PIM). “Esse é um dos pontos de alavancagem do crescimento econômico em favor do Polo Industrial de Manaus. A reforma da aparência física mexe muito com o psicológico do investidor, inclusive me refiro aos investidores que ainda estão estudando se vêm ou não e também os investidores já instalados no PIM porque eles poderão a partir desse investimento, pensar em ampliar, reformar ou investir mais em outras áreas das empresas”, afirmou.


Demais lotes

A obra completa de revitalização das vias do Distrito Industrial está dividida em três lotes. Os lotes 2 e 3, cujas obras foram iniciadas no dia 20 de maio, agregam vias com nível leve e intermediário de criticidade, como as ruas Buriti, Tambaqui, Matrinxã, Tucumã, Poraquê, Jutaí, Mogno, Ipê, Cupiuba, Oitis, Autaz Mirim, Solimões e adjacentes, além das bolas da Gillette e Samsung.


As vias contempladas serão totalmente reestruturadas desde a base, ganharão novo pavimento, drenagens superficiais onde for necessário, calçadas, meios-fios e sarjetas. Dos R$ 150 milhões garantidos do Tesouro Nacional via Ministério do Planejamento, o projeto está orçado em R$ 136 milhões - R$ 14 milhões a menos do que o previsto.