Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Produção de bicicletas é destaque positivo no polo de Duas Rodas

Notícias

Produção de bicicletas é destaque positivo no polo de Duas Rodas

No mês de julho, segmento registrou total de 84,7 mil unidades produzidas contra 77,1 mil de julho do ano passado, uma diferença de quase 8 mil bicicletas em 2012.
publicado: 02/10/2012 00h00 última modificação: 14/03/2016 16h11

A produção de bicicletas no Polo Industrial de Manaus (PIM) é a melhor para o mês de julho, segundo os últimos dados dos Indicadores Econômicos levantados mensalmente pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA). O primeiro mês do segundo semestre registrou total de 84,7 mil unidades produzidas contra 77,1 mil de julho do ano passado, uma diferença de quase 8 mil bicicletas em 2012.

No acumulado do ano, com 506 mil unidades, a produção das “magrelas” supera em 19,50% o total de janeiro a julho de 2011 (422,3 mil). Na comparação com o mês de junho (68.626), o salto na produção de julho foi de 16 mil bicicletas.

O segmento vive situação mais estável que a produção de motocicletas, ainda se recuperando das dificuldades de concessão de crédito para que o consumidor final possa adquirir o veículo. No caso das bicicletas, a expectativa é chegar a 1 milhão de unidades produzidas até o final do ano. Marcas como a Caloi trabalham com média de 3,3 mil bicicletas saindo da linha de produção por dia, num nicho que recebe cada vez mais investimentos em novos modelos e capacidade de produção. Fabricantes como a Prince Bike e a Houston chegam para ampliar a quantidade do produto nas lojas, assim como a oferta de vagas de empregos.

O bom momento do segmento pode ser explicado com a mudança de status do produto. De brinquedo campeão de vendas no Dia Das Crianças e Natal, as bicicletas ganharam importância como instrumentos para atividade física saudável, tornaram-se ferramenta de trabalho para autônomos e ganham cada dia mais adeptos que buscam alternativas de transporte nos grandes centros urbanos. Em comunidades no interior do País, estão entre os principais meios de locomoção.

Esse interesse pelo produto deve passar a ser maior com a chegada de um novo variante: a bicicleta elétrica. CR Zongshen, Dafra e Kasinsk já têm o modelo elétrico em suas linhas de produção. Houston e Caloi estudam investir no nicho enquanto a Sense Bike da Amazônia e a Ox da Amazônia têm projetos aprovados no Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS) para iniciar a produção no PIM.

registrado em: , ,