Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Programa Infraero de Eficiência Logística é discutido em workshop na SUFRAMA

Notícias

Programa Infraero de Eficiência Logística é discutido em workshop na SUFRAMA

O evento contou com a participação de representantes de órgãos governamentais, empresas e entidades de classe.
por Diego Queiroz publicado: 28/10/2009 00h00 última modificação: 13/05/2016 12h08

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) realizaram nesta terça-feira (27), no auditório da SUFRAMA, o workshop “Programa Infraero de Eficiência Logística”. O evento contou com a participação de representantes de órgãos governamentais, empresas e entidades de classe e teve o objetivo de apresentar o programa de eficiência logística implantado recentemente pela Infraero na capital amazonense, com o propósito de eliminar gargalos e proporcionar ganhos de produtividade às empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM).

Durante o seminário, foram apresentados os principais pontos que norteiam o Programa Infraero de Eficiência Logística, como o sistema de premiação às empresas integrantes da cadeia logística – importadores, transportadores, agentes de carga e comissárias de despacho, por exemplo – que apresentem eficiência em suas operações. As premiações obedecem a um ranking criado e monitorado pela Infraero, que identifica os clientes com maior agilidade na liberação de suas cargas. O workshop também discutiu gargalos logísticos e formas de promover maior integração entre os diversos órgãos atuantes nos processos relativos a operações de importação.

De acordo com o superintendente do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Rubem Ferreira Lima, a Infraero está buscando consolidar parcerias para que o programa implementado no Amazonas possa obter êxito e se tornar referência em nível nacional. Lima destacou ainda os investimentos de mais de R$ 100 milhões que foram realizados na melhoria da infraestrutura do Terminal de Logística do aeroporto internacional Eduardo Gomes nos últimos anos. “Os investimentos continuam porque o Polo Industrial de Manaus tem crescido de forma destacada e a demanda tem aumentado. A Infraero está se preparando cada vez mais para atender com a maior eficiência possível o desenvolvimento que o PIM está registrando”, disse.

Segundo o superintendente adjunto de Projetos da SUFRAMA, Oldemar Ianck, o evento é mais uma iniciativa importante no sentido de aumentar a competitividade das empresas instaladas na capital amazonense, identificando e resolvendo os gargalos logísticos que dificultam as operações na Região. “Nos próximos anos, temos convicção de que o grande diferencial para que as empresas decidam se instalar no PIM não serão os incentivos fiscais do modelo Zona Franca de Manaus, mas sim todo um mecanismo de suporte para que elas tenham competitividade, rapidez e eficiência em suas atividades. Quanto maior agilidade, mais benefícios para o Estado e para as empresas”, afirmou Ianck.

A iniciativa privada também se mostrou satisfeita com as discussões realizadas no encontro. O gerente de Comércio Exterior da Nokia do Brasil, José Cambeiro, disse que as informações repassadas foram importantes principalmente para compreender os gargalos nos processos realizados internamente no aeroporto. “A apresentação foi interessante, pois nos deu um ponto de referência para agir em relação aos gargalos do processo logístico, sobretudo nas operações de importação. Precisamos, contudo, continuar discutindo formas de incrementar a relação entre os diversos órgãos intervenientes no comércio exterior brasileiro”, disse Cambeiro.