Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Projeto-piloto ‘Corregedoria Digital’ será implantado na SUFRAMA

Notícias

Projeto-piloto ‘Corregedoria Digital’ será implantado na SUFRAMA

Projeto possibilitará, por exemplo, a realização de reuniões virtuais e interativas de membros de uma Comissão de Processo Administrativo Disciplinar, além do trabalho à distância regular de servidores da Corregedoria da autarquia.
por Enock Nascimento publicado: 19/06/2018 16h17 última modificação: 19/06/2018 17h23

Com previsão de início no segundo semestre, a SUFRAMA vai integrar um projeto-piloto que une teletrabalho, aumento de produtividade e inteligência artificial chamado de “Corregedoria Digital”.

Com a plataforma, desenvolvida pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) em parceria com a Microsoft e a Lanlink, será possível, por exemplo, reuniões virtuais e interativas de membros de uma Comissão de Processo Administrativo Disciplinar (CPAD), além do trabalho à distância regular de servidores da Corregedoria da autarquia.

Conforme a corregedora da autarquia, Priscila Souza, o teletrabalho já foi implantado na corregedoria do MDIC, com bons resultados. “Trabalhando pela corregedoria do MDIC, por exemplo, há um servidor que mora no Piauí e outra, na Bélgica. O sistema ‘Corregedoria Digital’ também facilita o trabalho de gestão, com a medição da performance dos servidores na condução dos procedimentos e da efetividade dos resultados obtidos, detalhadas em um mapa, de acordo com o trabalho desempenhado por cada um”, explicou.

Dentre outras facilidades da plataforma, também se destacam a transformação dos dados de vídeos, áudios, documentos, manuscritos e imagens, em informações estruturadas e pesquisáveis, nos módulos “Smart Video” e “Acervo Digital”. Além dos recursos da inteligência artificial e computação cognitiva, há, ainda, a possibilidade de acompanhamento dos indicadores de custos e prazos de todos os procedimentos disciplinares, através dos módulos “Gestão do Ciclo de Vida dos Processos” e “Gestão da Produtividade”.

A participação da SUFRAMA no projeto-piloto foi definida em reunião ocorrida dia 13, em Brasília, que contou com representantes das corregedorias do MDIC, Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e Controladoria-Geral da União (CGU). Na mesma data, ocorreu o lançamento oficial da plataforma.

“Nossa previsão é de que o início do projeto, aqui na autarquia, ocorra em setembro. Tempo em que ocorrerá a aquisição de todo o material operacional necessário para o funcionamento da ‘Corregedoria Digital’, e também para a publicação da portaria de normatização do teletrabalho na SUFRAMA”, frisou a corregedora.

registrado em: , ,