Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Proposta de parceria entre SUFRAMA e INPA é apresentada durante a Rio+20

Notícias

Proposta de parceria entre SUFRAMA e INPA é apresentada durante a Rio+20

O evento, que contou também com apresentações da empresa Samsung e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial no Amazonas, integrou a programação de atividades paralelas da Conferência Rio+20.
por Diego Queiroz publicado: 21/06/2012 00h00 última modificação: 18/03/2016 17h38

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) realizaram palestra conjunta nesta quinta-feira (21), durante evento promovido no auditório do estande da Confederação Nacional da Indústria (CNI) dentro do Pier Mauá, no Rio de Janeiro, para apresentar a proposta de parceria institucional que os órgãos estão desenhando com vistas a fomentar o desenvolvimento produtivo sustentável na Amazônia.

O evento, que contou também com apresentações da empresa Samsung e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial no Amazonas (Senai/AM), integrou a programação de atividades paralelas da Conferência Rio+20.

A palestra conjunta foi realizada pelo superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Nogueira, e pelo diretor geral do INPA, Adalberto Val. Em seus pronunciamentos, os dirigentes destacaram que ainda há pontos da parceria a serem definidos, mas que o mais relevante, no momento, é que a interação entre as instituições é crescente e deverá ser consolidada visando aliar as expertises da SUFRAMA e do INPA nas áreas de desenvolvimento e pesquisa, respectivamente, em prol de um projeto amplo de desenvolvimento regional.

“Somos instituições federais com áreas de atuação convergentes na Amazônia e, portanto, precisamos construir um caminho comum para a inovação que atenda, inclusive, às demandas dos agentes de produção. A SUFRAMA, motivada também pelo contexto de debates da Conferência Rio+20, entende que este é o momento ideal para fomentar essa discussão”, afirmou o superintendente da autarquia, Thomaz Nogueira. “Nossa proposta central é integrar o conhecimento cientifico sobre a biodiversidade amazônica, aproveitando a imensa propriedade do INPA nesse tema, e, a partir da inovação, gerar conteúdos nos processos produtivos locais”, complementou.

O diretor do INPA, Adalberto Val, afirmou que a socialização da informação como uma mão dupla é vital para o Instituto e que é necessário transferir o conhecimento gerado pelos cientistas para o “chão de fábrica”. “Quando falamos de Amazônia, estamos mergulhados em uma imensa cadeia de oportunidades. É de fundamental importância conhecer a demanda da SUFRAMA e do Polo Industrial de Manaus para que levemos isso para dentro dos laboratórios e possamos construir esse passo comum. A interação proposta é extremamente importante e o momento é oportuno” afirmou, destacando ainda as contribuições ambientais proporcionadas pelo modelo Zona Franca de Manaus. “Uma série de ações que foram desenvolvidas no PIM tiveram um papel extremamente relevante nesse processo. Teríamos um contexto de preservação completamente diferente se não tivéssemos as ações do Polo ao longo do tempo”, disse.

Benjamin Sicsú, vice-presidente de Novos Negócios da Samsung para a América Latina e diretor da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), era um dos representantes da classe produtiva presentes na plateia e fez questão de afirmar seu apoio à iniciativa de parceria entre SUFRAMA e INPA. “Vou levar esse projeto ao conhecimento da Eletros, mas de antemão afirmo nosso interesse em colaborar na produção desse modelo. Representamos grandes empresas com experiências diversas, tendo participado inclusive da construção do Plano Brasil Maior, e colocamos nossos esforços à disposição para contribuir com a parceria”, destacou Sicsú.

A proposta de parceria, quando concluída, deverá seguir diretrizes do Plano Diretor do INPA e do planejamento estratégico da SUFRAMA e estar alinhada, ainda, às políticas públicas federais estruturantes, como o Plano Brasil Maior e a Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Uma nova palestra conjunta das instituições está marcada para esta sexta-feira (22), dia final da Conferência Rio+20, às 11h, no auditório do pavilhão da Amazônia Brasileira, dentro do Parque dos Atletas. Na ocasião, SUFRAMA e INPA deverão fornecer novas informações sobre a proposta de parceria que está sendo alinhavada.

Senai e Samsung
Senai/AM e Samsung também fizeram apresentações sobre os projetos efetivados com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento da Amazônia.

O diretor regional do Senai/AM, Aldemurpe de Barros, focou sua apresentação no projeto do barco-escola Samaúma. Intitulada "barco verde da Amazônia", a unidade móvel fluvial alcança hoje 57 municípios dos Estados do Acre, Amazonas, Roraima e Amapá, levando cursos de qualificação e aperfeiçoamento profissional com foco nas vocações e demandas de cada localidade. Desde o inicio do projeto, em 1979, o barco já capacitou mais de 43 mil pessoas para atuação nos mercados da Construção Civil, alimentício, eletrônico, mecânico e de informática, entre outros.

Barros também falou sobre o projeto Samaúma II, que está sendo empreendido com recursos da Confederação Nacional da Indústria, do Senai e da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam). Com comprimento de quarenta metros (cinco metros a mais que o Samauma I), o novo barco está em fase de construção e sua concepção leva em consideração principalmente os princípios da eficiência e da construção verde. A unidade, que terá capacidade para atender a 110 alunos por turno, contará com estações de tratamento de efluentes e de água e, além disso, 25% da energia consumida pelo barco será proveniente da energia solar, mediante o uso de painéis foto-voltaicos.

A última apresentação do evento foi realizada pelo vice-presidente de Novos Negócios da Samsung para a América Latina, Benjamin Sicsú. Ele abordou principalmente a parceria que a empresa mantém com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e o suporte em investimentos na Unidade de Conservação localizada na APA Rio Negro, com mais de 300 famílias. Sicsú apresentou também as ações de colaboração da Samsung com o Centro de Conservação e Sustentabilidade Samsung-FAS e com a Reserva Técnica necessária para o desenvolvimento de novos projetos na região.

registrado em: , , ,