Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Resíduo industrial é tema de audiência na SUFRAMA

Notícias

Resíduo industrial é tema de audiência na SUFRAMA

Objetivo, dentre outros, é a criação de uma agenda positiva que permita trabalhar a questão dos resíduos sólidos industriais oriundos das atividades exercidas pelas empresas instaladas no PIM.
por Márcio Gallo publicado: 24/11/2015 14h10 última modificação: 26/01/2016 17h00

Durante audiência realizada na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) na tarde desta terça-feira (24), a superintendente da autarquia, Rebecca Garcia, recebeu o presidente da Comissão do Meio Ambiente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Everaldo Farias (PV). Em pauta, a busca pela criação de uma agenda positiva que permita trabalhar a questão dos resíduos sólidos industriais oriundos das atividades exercidas pelas empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM).

A preocupação compartilhada pela SUFRAMA e pela Comissão do Meio Ambiente da CMM é criar um plano diretor de resíduos sólidos que englobe os entes envolvidos na atividade fabril da região. Para tanto, o vereador Farias sugeriu que o poder executivo municipal pudesse atuar representado pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) – enquanto órgão fiscalizador – e a SUFRAMA poderia intermediar o contato entre as empresas, as entidades de classe e o Ipaam, uma vez que a autarquia tem amplo conhecimento e inserção no segmento industrial do parque fabril manauara.

“Com certeza temos interesse em colaborar com a questão. Vamos verificar os estudos internos que os técnicos da SUFRAMA já fizeram sobre o tema para que possamos identificar de que forma podemos nos inserir nesse processo”, destacou a superintendente Rebecca Garcia.

Segundo Everaldo Farias, um dos benefícios da criação de um plano diretor seria regular todo o processo de descarte dos resíduos industriais do PIM, “evitando, assim, o acúmulo de lixo irregular em aterros clandestinos. Tudo sob a fiscalização do Ipaam”. O vereador disse, ainda, que muitas empresas já vêm atuando no sentido de manejar corretamente os resíduos industriais decorrentes de suas linhas de produção, um indicativo positivo para o Estado.

Uma nova reunião para abordar o assunto deve ser conduzida em breve, com a participação da SUFRAMA, da Câmara Municipal de Manaus e a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam).