Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reunião do CAS ressalta importância da ZFM para o desenvolvimento regional

Notícias

Reunião do CAS ressalta importância da ZFM para o desenvolvimento regional

Durante o encontro, foram aprovados 30 projetos industriais e de serviços, sendo quatro de implantação e 26 de ampliação, atualização e diversificação, que somam US$ 106.876 milhões em investimentos totais e US$ 19.321 milhões em investimentos fixos.
por Enock Nascimento publicado: 01/03/2018 16h40 última modificação: 02/03/2018 10h30

A contribuição da Zona Franca de Manaus (ZFM) na proteção ambiental da Amazônia e na redução das desigualdades regionais, entre outras realizações, foram destacadas durante a 282ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS), comemorativa do 51º aniversário da autarquia e do modelo, ocorrida nesta quinta-feira (1º), no auditório da SUFRAMA, em Manaus.

Foram aprovados 30 projetos industriais e de serviços, sendo quatro de implantação e 26 de ampliação, atualização e diversificação, que somam US$ 106.876 milhões em investimentos totais e US$ 19.321 milhões em investimentos fixos. A estimativa é de geração de 572 empregos diretos ao longo de três anos de implementação.

A primeira reunião do ano foi presidida pelo ministro interino da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Jorge de Lima, e contou com a presença do superintendente da SUFRAMA, Appio Tolentino, e também da vice-governadora do Acre, Nazareth Araújo, de conselheiros representantes dos diversos ministérios integrantes do CAS e de demais representantes de entidades de classe e órgãos governamentais da região.

Em seu discurso, Appio Tolentino destacou o empenho de lideranças políticas, empresariais e da classe trabalhadora que, ao longo do tempo, conseguiram defender o modelo e contribuíram para superar os desafios que a ZFM enfrentou. “Mesmo sob efeito do momento crítico de conjuntura que impactou e ainda tem seus efeitos sobre a economia brasileira, o Polo Industrial de Manaus (PIM), conta hoje com aproximadamente 500 empresas instaladas, alcançou no último ano faturamento de R$ 81,74 bilhões, um crescimento nominal de 9,41% em relação ao ano anterior, e assegurou a manutenção de mais de 86 mil empregos diretos. Resultados que refletem uma superação gradativa do cenário recessivo que vem se desdobrando desde o final de 2014”, exemplificou.

O superintendente frisou, ainda, que além de aproveitar a tendência de retomada dos níveis de investimentos e de consumo, a ZFM precisa concretizar ações que tornem a região mais preparada para desafios futuros. “Temos que continuar fortalecendo o PIM, atraindo novas empresas para fabricar novos produtos, mas também temos que atuar na diversificação da economia e avançar no espraiamento do desenvolvimento para todos os Estados sob abrangência da SUFRAMA”, explicou.

O ministro Marcos Jorge de Lima parabenizou servidores, investidores e trabalhadores pelo aniversário da autarquia e da ZFM e ressaltou o número de projetos de investimentos aprovados pelo CAS, durante os 22 meses da gestão do presidente Michel Temer. “São mais de 350 projetos industriais e de serviços. Mais de US$ 4.5 bilhões de investimentos previstos e o potencial de geração de mais de 7.500 empregos”, detalhou.

Indústria 4.0
O ministro também antecipou, na reunião, as ideias gerais do plano denominado “Estratégia Nacional para a Indústria 4.0”, cujo lançamento oficial ocorrerá no próximo dia 14. Um dos principais objetivos do plano é a renovação do parque industrial nacional bem como a incorporação de novas tecnologias.

O diretor de Infraestrutura de Negócio do Banco Basa, Valdecir Tose, apresentou uma linha de financiamento especial para investimentos relacionados à Indústria 4.0. “Nesse fundo, estão reservados o total de R$ 8,3 bilhões para a Amazônia, sendo R$ 1,1 bilhão especialmente para o Amazonas. São investimentos de 12 anos, com quatro anos de carência, podendo chegar a 20 anos se forem para aquisição de infraestrutura. Os juros serão entre 5,32% e 5,77% ao ano, em média”, explicou.

ZFV e ZFM
A vice-governadora do Acre, Nazareth Araújo, pediu apoio e união de esforços dos parlamentares de todos os Estados que estão na área de atuação da autarquia para aprovar projeto de lei que expande a área territorial da Área de Livre Comércio (ALC) do Cruzeiro do Sul (AC). “Isso vai ser decisivo para o fortalecimento da Zona Franca Verde no Acre”, asseverou.

Também fizeram discursos de congratulações sobre o modelo e análises de obstáculos a serem vencidos os deputados federais Pauderney Avelino e Silas Câmara, o secretário de Estado da Fazenda (Sefaz/AM), Alfredo Paes, e o conselheiro representante das classes trabalhadoras, Ricardo Miranda.

Invenções

O pesquisador Manuel Cardoso apresentou algumas invenções coordenadas por ele, realizadas na ZFM, desenvolvidas por profissionais amazonenses e que utilizam os conceitos tecnológicos da Internet das Coisas (IoT): o ‘Giulia’, um aparelho que transforma em áudio os gestos feitos em Libras; a tomada inteligente e o capacete Mind Field Communication.

Calendário
Os conselheiros aprovaram também o calendário das reuniões ordinárias do ano. A reunião seguinte do CAS (283ª) será em Rio Branco (AC), no dia 03 de maio. A 284ª reunião está marcada para o dia 28 de junho, em Macapá (AP). A 285ª reunião será em Boa Vista (RR), prevista para o dia 30 de agosto. A penúltima reunião do ano (286ª) está agendada para o dia 08 de novembro, em Porto Velho (RO). Já a última reunião de 2018 ficou marcada para o dia 05 de dezembro, em Manaus.

Destaques
Dentre os destaques da pauta, na implantação, foi aprovado o projeto da Três Corações Alimentos para a fabricação de café torrado e moído, com recursos superiores a US$ 19 milhões e previsão de geração de 44 empregos diretos. Já a Panasonic do Brasil e a Sony Brasil tiveram aprovados projetos de diversificação para a fabricação de televisor em cores com tela de luminescência orgânica (Oled). Somados, os dois projetos preveem a contratação de 51 trabalhadores e investimento de US$ 2.18 milhões.

O projeto com maior previsão de postos de trabalho é o de diversificação da Metalúrgica Sato da Amazônia. A empresa planeja utilizar mão de obra de 342 operários e aprovou investimentos de US$ 1.90 milhão para fabricar cavidade para forno de micro-ondas. Ainda na diversificação, a Jabil Indústria do Brasil deve gerar 57 vagas para fabricar unidade condensadora para condicionador de ar Split, com investimento total de US$ 18.41 milhões.

Na ampliação e atualização, foi aprovado o projeto da Ventisol da Amazônia Indústria de Aparelhos Elétricos, com o intuito de produzir condicionador de ar de janela ou de parede com mais de um corpo, com investimentos totais de US$ 7.22 milhões e geração de 188 postos de trabalho.