Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reunião do GMC aborda temas preparatórios que serão discutidos em Foz do Iguaçu

Notícias

Reunião do GMC aborda temas preparatórios que serão discutidos em Foz do Iguaçu

Encontro tem por objetivo abordar temas econômicos e sociais e tratar meios e modos de aprofundar o MERCOSUL.
publicado: 30/09/2010 00h00 última modificação: 29/04/2016 15h37

Abordar temas econômicos e sociais e tratar meios e modos de aprofundar o MERCOSUL são alguns dos objetivos da a LXXXI Reunião Ordinária do Grupo Mercado Comum (GMC) do MERCOSUL, que está sendo realizada em Manaus, no hotel Caeser, com o apoio da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA). O evento teve início do dia 29 de setembro e acontece até 1º de outubro.

Segundo o embaixador Antônio Simões, esta é uma reunião preparatória que visa abordar temas que serão discutidos e concluídos em dezembro, em Foz Iguaçu. “O nosso objetivo aqui é tratar o panorama do que vai ser a presidência brasileira no MERCOSUL. Outro tema abordado, além da parte econômica e comercial, é o social. Estamos falando em trabalhar uma dimensão da cidadania do MERCOSUL para que a população de seus países também possa se tornar cidadã da comunidade do MERCOSUL”, explicou o embaixador.

Ao enfatizar a importância de realizar o evento em Manaus, o embaixador afirmou que “é preciso mostrar como é possível fazer o desenvolvimento econômico avançado dentro de um contexto de respeito o meio ambiente, Manaus é o exemplo. Também é importante para o MERCOSUL ter uma dimensão dos Estados do Norte”, afirma Simões.

Participam da reunião técnicos e autoridades de órgãos que intervêm nas negociações internacionais do MERCOSUL (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) e Venezuela, país em processo de adesão ao Bloco, além de convidados dos países centro-americanos, como Panamá, República Dominicana, El Salvador e Guatemala.

Para a superintendente da SUFRAMA, Flávia Grosso, “trazer para Manaus todos os países que compõem o MERCOSUL, mais a Venezuela que está se integrando ao Bloco, e no caso desta reunião os países do Caribe, é uma forma de reconhecer a importância do modelo Zona Franca de Manaus e da própria capital amazonense para a região. É a oportunidade que nós temos de mostrar para todos esses países o nosso modelo de desenvolvimento de sucesso”.

O GMC é o órgão decisório executivo responsável por fixar os programas de trabalho e negociar acordos com terceiros em nome do MERCOSUL, por delegação expressa do Conselho do Mercado Comum do Sul - CMC (órgão supremo do MERCOSUL) e será a primeira vez que se reunirá na capital amazonense e fora do circuito Centro-Oeste, Sul/Sudeste.

registrado em: ,