Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Seminário discute novas oportunidades entre Itália e Brasil

Notícias

Seminário discute novas oportunidades entre Itália e Brasil

Ações favorecem intercâmbio e integração entre as MPEs dos dois países.
publicado: 28/04/2010 00h00 última modificação: 03/05/2016 15h02

Casos de sucesso e novas oportunidades na relação entre Itália e Brasil, esse foi o tema do Seminário Internacional promovido pelo Polo Tecnológico de Navacchio, em Pisa, na Itália, em colaboração com o Instituto IBRA e a Região de Toscana, com a participação de representantes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (FUCAPI), Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (SEBRAE-AM) e Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE). O Polo Tecnológico de Navacchio tem a missão de garantir ao sistema de pequenas e médias empresas um serviço que favoreça o desenvolvimento e inovação e atua principalmente nos setores de informática, telecomunicação, microeletrônica, robótica, biomedicamentos, energia e ambiente

O evento é resultado da Carta de Intenções assinada entre SUFRAMA, Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (SECT-AM), SEBRAE e o Polo Navacchio, em novembro de 2009, que expressaram interesse comum na definição de um acordo de cooperação e colaboração, a fim de obter benefícios recíprocos para o desenvolvimento econômico e produtivo dos sistemas empresariais, caracterizados principalmente por um forte componente tecnológico e inovador.

Na palestra feita durante o seminário, a Superintendente da SUFRAMA, Flávia Skrobot Barbosa Grosso falou sobre o modelo Zona Franca de Manaus, explicando que, para a consolidação e elevação do grau de competitividade do modelo de desenvolvimento regional, a autarquia vem se dedicando a investir e apoiar, dentro de uma perspectiva de médio e longo prazos, projetos como o Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação do Polo Industrial de Manaus (CT-PIM), o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) e a interiorização do desenvolvimento, com o aproveitamento sustentável das potencialidades regionais e o fortalecimento do sistema regional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

A Diretora Executiva da FUCAPI, Isa Assef, também apresentou o trabalho desenvolvido pela Fundação, que tem a missão de realizar de forma sustentável atividades educacionais, serviços especializados, pesquisa e inovações tecnológicas, voltadas para o desenvolvimento da Amazônia.

Segundo o Presidente do Polo Tecnológico de Navacchio, Alessandro Giari, a Itália caracteriza-se por um sistema de pequenas empresas que nascem, crescem, criam raízes e se espalham, através de parcerias que favorecem a conquista de outros mercados. Para ele, a integração acelera a competitividade.

 

registrado em: , ,