Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Seminário internacional sobre Zonas Francas discute novas oportunidades para Tríplice Fronteira

Notícias

Seminário internacional sobre Zonas Francas discute novas oportunidades para Tríplice Fronteira

Evento reúne diversos órgãos públicos brasileiros para debater com instituições da Colômbia e do Peru.
publicado: 18/08/2011 00h00 última modificação: 11/04/2016 16h03

Teve início nessa quarta, 17, o Seminário Internacional sobre Zonas Francas, em Letícia, que reúne técnicos da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), Receita Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Polícia Federal e instituições da Colômbia e Peru, com o objetivo de promover intercâmbio de conhecimentos e discutir novas oportunidades para a tríplice fronteira. O modelo de desenvolvimento regional Zona Franca de Manaus foi apresentado aos participantes e considerado um exemplo exitoso a ser seguido.

Na abertura do evento, o Governador do Departamento do Amazonas, Olbar Andrade Rincón, destacou a importância da reunião entre os três países presentes na zona de fronteira e a oportunidade de se construir propostas que contribuam para a geração de emprego e captação de novos investimentos. Segundo ele, as ações para promover a competitividade e o desenvolvimento de processos industriais vão implicar num novo modelo de planificação, num novo marco para adiantar projetos que transcedam as fronteiras.

Para o Prefeito de Letícia, José Ricaurte Rojas, há a necessidade de flexibilizar a legislação nacional para poder ser verdadeiramente competitivo. “Não podemos ser uma ilha de riqueza, cercada de pobreza por todos os lados”, disse ele.

O primeiro dia do seminário, que segue até sexta, 19, foi dedicado às apresentações dos órgãos brasileiros, onde a SUFRAMA ocupou papel de destaque com três apresentações. A Coordenadora Geral de Estudos Econômicos e Empresariais da autarquia, Ana Maria Souza, que compôs a mesa de abertura, falou sobre os Incentivos Fiscais da Áreas de Livre Comércio (ALC), Amazônia Ocidental e Zona Franca de Manaus. Em seguida, a Coordenadora Geral de Controle de Importação, Maria Braga Normando, apresentou os Procedimentos Operacionais de Controle de Mercadorias Estrangeiras, enquanto que o Coordenador Geral de Mercadorias e Cadastro, João Carlos Paiva, falou sobre as ações da SUFRAMA no controle de mercadorias nacionais. No final, os três técnicos responderam às perguntas e esclareceram dúvidas dos empresários e demais participantes.