Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Sistemas da SUFRAMA serão suspensos

Notícias

Sistemas da SUFRAMA serão suspensos

Interrupção é a última etapa do processo de transferência de controle de todos os serviços de comunicação e armazenamento de dados da Fucapi para o Serpro.
por Enock Nascimento publicado: 22/12/2014 15h54 última modificação: 05/02/2016 17h05

Entre 7 e 11 de janeiro de 2015, os sistemas informatizados da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) ficarão suspensos. A interrupção é a última etapa do processo de transferência de controle de todos os serviços de comunicação e armazenamento de dados - tecnicamente chamado de hosting - da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi) para o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Durante o período de cinco dias (que começa numa quarta-feira e se encerra num domingo), serviços como internamento de nota fiscal, importação de mercadorias, geração de Protocolo de Ingresso de Mercadoria Nacional (PIN), cadastro de empresas, agendamento de vistoria, manutenção do portal da Autarquia, entre outros, ficarão inativos.

“Para evitar qualquer transtorno é importante que as empresas se programem e antecipem suas solicitações antes da interrupção”, frisa o superintendente da SUFRAMA em exercício, Gustavo Igrejas, salientando que o processo de migração está ocorrendo dentro do programado e com sucesso.

Migração
A migração da gestão dos sistemas informatizados começou no último dia 7 de novembro e está sendo realizado com a participação de técnicos da empresa que deixará de prestar o serviço (Fucapi), da nova empresa que assumirá a função (Serpro) e da área de informática da cliente (SUFRAMA). Atendendo a uma recomendação do Ministério Público Federal, a SUFRAMA promoveu a mudança da empresa responsável pelo hosting, e o Serpro foi contratado para executar os serviços pelo prazo de um ano pelo valor de R$ 36.145.611,48.