Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA adere a programa nacional de desburocratização e excelência em gestão

Notícias

SUFRAMA adere a programa nacional de desburocratização e excelência em gestão

Autarquia ingressou oficialmente, nesta quarta-feira (14), no programa Gespública do governo federal, comprometendo-se a adotar ações para reduzir a burocracia em seus serviços e buscar a excelência no atendimento ao cidadão
publicado: 14/12/2016 18h21 última modificação: 14/12/2016 19h02

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) aderiu oficialmente, nesta quarta-feira (14), ao Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (Gespública) do governo federal. Na prática, com a assinatura do termo de adesão ao Gespública, a SUFRAMA se compromete a adotar uma série de ações para reduzir a burocracia nos seus serviços e buscar a excelência no atendimento ao cidadão. “Quero destacar aqui o desafio que a superintendência assumiu, uma vez que aderiu ao programa e já começa, imediatamente, a implementá-lo”, destacou o responsável pelo setor de autoavaliação da Gestão Pública, ligado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), Esaú Mendes Siqueira, que, após a assinatura da adesão, proferiu a palestra “O modelo de excelência na gestão pública” para servidores da autarquia que prestigiaram o evento.

Além de Esaú Siqueira, a solenidade de assinatura contou com a presença da superintendente da SUFRAMA, Rebecca Garcia, do representante do núcleo estadual da Gespública e 1º vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo, e de representantes de governos estaduais e outros órgãos federais que já aderiram ao programa. “Esta assinatura vem coroar um ano em que a nossa principal meta foi a desburocratização e o atendimento. Ao longo de 2016 tivemos a elaboração do Plano Diretor Industrial da autarquia e encerramos o ano com a adesão à Gespública, mostrando que não há mais espaço para o amadorismo e que temos que caminhar na velocidade da indústria, almejando sempre a satisfação do cliente”, explicou a superintendente Rebecca Garcia. “Adesão ao sistema Redesim e ao projeto Amazônia Conectada, revisão de marcos regulatórios, discussão da portaria de internamento de mercadorias e reabertura do posto de vistoria da autarquia no aeroporto Eduardo Gomes são outros exemplos de ações de desburocratização e melhoria de gestão que fizemos neste ano”, completou.

A partir da adesão ao programa, a SUFRAMA vai buscar mecanismos para focar a gestão em resultados e orientá-la ao cidadão. Ao mesmo tempo em que é uma forma de buscar transformação gerencial rumo à excelência, a adoção das práticas contidas na Gespública permite a avaliação comparativa do desempenho com outras empresas públicas e privadas de referência mundial, com a consequente melhoria de produtos e processos. “Tudo que a classe empresarial almeja é a celeridade nos processos e essa é justamente uma das consequências do Gespública”, comemorou o representante do núcleo estadual do programa, Nelson Azevedo.

Implantação imediata

No mesmo dia em que aderiu ao programa, cerca de 20 servidores de diversas coordenações da autarquia participaram de oficina para estabelecer a “Carta de Serviço da SUFRAMA” e debater sobre temas como atendimento ao cidadão, desburocratização e eficiência na prestação dos serviços. Na quinta e sexta-feira, os servidores participarão de nova oficina visando à criação dos “Indicadores de Serviço”. Estes documentos são fundamentais para formar a base com a qual a autarquia vai buscar a excelência no atendimento.

“Em janeiro faremos nossa autoavaliação, com os colaboradores respondendo a questionários que podem valer 250 ou 500 pontos e, em março, teremos o que pode ser considerado o 'Marco Zero' na desburocratização e melhoria do atendimento, que é a pesquisa de satisfação externa com os clientes da SUFRAMA”, informou o coordenador do Grupo de Trabalho para o estabelecimento da Política de Atendimento ao Cidadão da autarquia, Renato Freitas. “Estamos num processo de construção de uma nova face para a sociedade e é um processo contínuo, de avaliação constante. Teremos, por certo, uma grande evolução com tudo isso, que nos ajudará a atravessar as dificuldades e posicionar a SUFRAMA como órgão de referência para a gestão pública nacional”, avaliou Freitas.

Com a adesão ao Gespública, a SUFRAMA espera incluir, ainda em 2017, indicadores de desempenho do programa em seu Plano Anual de Trabalho, permitindo que as primeiras avaliações de evolução sejam feitas já em 2018.