Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA assina R$ 18,1 milhões em convênios com o Governo do Amazonas

Notícias

SUFRAMA assina R$ 18,1 milhões em convênios com o Governo do Amazonas

Valor financiará 17 projetos que potencializam o setor cultural, a economia gerada pelo turismo e, sobretudo, o setor agrícola, que tem no Estado o programa Zona Franca Verde.
publicado: 11/02/2008 00h00 última modificação: 26/07/2016 10h31

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) assinou R$ 18,190 milhões em convênios com o Governo do Estado nesta segunda-feira dia 11, de um total de R$ 28,192 milhões em convênios da autarquia com governos e instituições amazonenses. Os valores são parte de um total de R$ 192,2 milhões que a Superintendência está destinando à interiorização do desenvolvimento na sua área de atuação, a Amazônia Ocidental mais o Amapá. No Amazonas, o financiamento dos 17 projetos potencializa o setor cultural, a economia gerada pelo turismo e, sobretudo, o setor agrícola, que tem no Estado o programa Zona Franca Verde.

Somente as fábricas de fécula de mandioca e o entreposto de salga de pirarucu oriundo de manejo da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Mamirauá, que serão construídos, respectivamente, nos municípios Careiro Castanho e Manaquiri e Fonte Boa, irão gerar emprego e renda para 30 mil famílias. No caso das agroindústrias para a produção de fécula, o Amazonas terá outro benefício: a redução da dependência das 196 mil toneladas que importado por ano do produto fabricado no Paraná, seja ele voltado à alimentação ou para o uso na indústria.

“Os convênios que estamos assinando com a SUFRAMA fortalecem a Zona Franca Verde, um importante programa de nosso governo que está agregando valor às nossas riquezas, potencializando alternativas econômicas sustentáveis ao homem do interior”, destaca o governador do Amazonas, Eduardo Braga. Na mesma solenidade, no Palácio do Governo, a fabricante Proview anunciou que até março estará colocando no mercado um set-top box (conversor de sinal digital) com tecnologia local ao preço de R$ 299 ao consumidor.

A superintendente da autarquia, Flávia Grosso, explica que após a instituição ter tido seu poder de investimento em projetos estruturantes na região comprometido por conta do contingenciamento de seus recursos nos últimos anos, em 2008 retoma sua política de desenvolvimento na Amazônia com força plena. “A assinatura desses convênios está sendo possível devido à liberação de recursos feita pelo Governo Federal no ano passado e que contou com a mobilização dos governos estaduais, líderes empresariais e da bancada da Amazônia no Congresso Nacional”.

O entreposto de salga de pescado, explica o secretário de Estado da Produção Rural, Eron Bezerra, será abastecida pela produção de pirarucu manejado da RDS de Mamirauá. “Somente esta agroindústria, a primeira do gênero no País e que estará concluída no final deste ano, oportunizará emprego para 20 mil famílias, sendo 11 mil em Mamirauá”, ressalta o secretário.

Além desses projetos, a SUFRAMA financiará qualificação no setor turístico, agroindústrias como a de Boa Vista do Ramos para beneficiamento de mel, expansão de infra-estrutura de parques agropecuários em Boca do Acre e Barreirinha, aquisição de máquinas para cooperativas de trabalhadores rurais, projetos de assistência técnica e extensão rural, produção de sementes, escoamento e comércio de produção agrícola, além de estudos para estruturação e consolidação de cadeias produtivas e formação de mestres e doutores em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

registrado em: ,