Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA debate plano estratégico em Tabatinga

Notícias

SUFRAMA debate plano estratégico em Tabatinga

A iniciativa dá continuidade à série de seminários que a SUFRAMA vem realizando em todos os Estados de sua área de atuação, enfatizando as discussões acerca do projeto piloto de fortalecimento das Áreas de Livre Comércio.
publicado: 27/07/2009 00h00 última modificação: 08/06/2016 18h18

Nesta terça-feira (28), a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) realizará, em Tabatinga (distante 1105 quilômetros de Manaus em linha reta), reunião técnica com o objetivo de debater os principais pontos do plano estratégico revisado e atualizado da autarquia. A iniciativa dá continuidade à série de seminários que a SUFRAMA vem realizando em todos os Estados de sua área de atuação (Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia e os municípios de Macapá e Santana, no Amapá), enfatizando as discussões acerca do projeto piloto de fortalecimento das Áreas de Livre Comércio (ALC’s). O evento acontece às 15h, no Centro de Estudos Superiores da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Devem participar agentes do poder público, representantes de diferentes setores da economia, bem como da sociedade organizada. “A realização desses seminários contempla a possibilidade de sistematizar, articular e executar as atividades da SUFRAMA em cada ALC, buscando o reposicionamento estratégico da autarquia em relação ao desenvolvimento integrado de sua área de atuação”, frisa o superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da SUFRAMA, Elilde Menezes.

Concluída em 2008, a revisão do plano estratégico da autarquia contou de forma inédita com amplo processo de consulta a governos estaduais e representações da sociedade organizada, com a finalidade de elaborar ações alinhadas com as demandas da região. Intitulado projeto Arara – por representar as letras iniciais dos Estados que compõem a área de atuação da autarquia –, o trabalho foi conduzido por técnicos da SUFRAMA em parceria com pesquisadores da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).