Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Suframa debate sobre a Indústria 4.0 no PIM

Notícias

Suframa debate sobre a Indústria 4.0 no PIM

Tema foi debatido durante o XII Simpósio Amazonense de Engenharia de Produção, evento realizado pelo curso de Engenharia de Produção da Faculdade de Tecnologia da Universidade Federal do Amazonas que ocorre até o dia 18 de outubro.
por Márcio Gallo publicado: 17/10/2019 17h04 última modificação: 17/10/2019 18h18

Com o tema "A Indústria 4.0 e as repercussões econômicas para o Polo Industrial de Manaus (PIM)", teve início nesta quarta-feira (16) o XII Simpósio Amazonense de Engenharia de Produção (Samep), evento realizado pelo curso de Engenharia de Produção da Faculdade de Tecnologia da Universidade Federal do Amazonas (FT/Ufam) que ocorre até o dia 18 de outubro. A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), representada pelo titular da Autarquia, Alfredo Menezes, se fez presente no primeiro dia do simpósio para debater sobre os desafios das novas formas de produção para o parque industrial manauara e para os profissionais da área, diante das exigências do conceito da indústria cada vez mais autônoma e evoluída.

Em sua participação, o superintendente da Suframa destacou o trabalho que vem sendo realizado pela Autarquia para fomentar iniciativas que contribuam para o pleno estabelecimento da Indústria 4.0 na região e, consequentemente, no País, o que deve garantir maior competitividade ao Brasil e alinhá-lo às economias mundiais, que cada vez mais convergem para o conceito de indústrias mais modernas e eficientes, que geram ganhos de produção. "Essa discussão promovida por esta Universidade ocorre no momento certo e traz um debate interessante e provocativo sobre a Indústria 4.0. O grande desafio de um polo industrial é a tecnologia, e no caso do Polo Industrial de Manaus é aliar essa tecnologia à sustentabilidade. Sabemos da necessidade de promover uma evolução na atividade hoje realizada em nossa região e isso com certeza será benéfico à nossa sociedade", disse Menezes.

Recentemente, o superintendente viajou ao polo da Indústria 4.0 na Alemanha, localizado na cidade de Aachen, onde pôde estreitar parcerias que visam à atração de investimentos e tecnologias em prol da atualização da indústria instalada na Zona Franca de Manaus, bem como propiciar a capacitação da mão de obra local, a fim de que esteja preparada para as mudanças na atividade industrial que já são realidade nas grandes economias globais. "O que queremos é promover um reforço às indústrias nacionais, e mais especificamente do Polo Industrial de Manaus. Assim teremos uma atividade cada vez mais atual, consolidada e competitiva diante das demandas mundiais de produtividade e eficiência industrial", comentou Menezes.

O reitor da Ufam, Sylvio Puga, afirmou que "é na Academia que formamos pessoas e os jovens que estão aqui serão os futuros profissionais que estarão atuando nas indústrias, ajudando a desenvolver o nosso Estado. Eventos como estes são exatamente a oportunidade para aqueles que estão se capacitando terem um processo de maior interação com a própria sociedade e com a experiência de profissionais e professores convidados".

Expectativa
A organização do evento estima que o simpósio - que é realizado anualmente durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e contará com palestras, minicursos, oficinas e visitas técnicas - deve receber mais de 300 pessoas, entre professores, alunos, ex-alunos de cursos de Engenharia da Ufam e áreas afins, bem como profissionais da indústria e empresas de serviços.

A abertura do evento contou, também, com a presença dos superintendentes adjuntos da Suframa, diretores e professores do Curso de Engenharia de Produção da Ufam, além de profissionais da área e do membro titular da Suframa no Grupo de Gestão do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), Fábio Calderaro.