Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA discute ampliação de relações comerciais com parceiros estrangeiros

Notícias

SUFRAMA discute ampliação de relações comerciais com parceiros estrangeiros

Representantes de Venezuela e Japão estiveram na SUFRAMA para conhecer o modelo ZFM.
publicado: 14/02/2011 00h00 última modificação: 25/04/2016 17h18

Representantes do governo e da iniciativa privada da Venezuela e do Japão estiveram na SUFRAMA para conhecer o modelo Zona Franca de Manaus e estreitar as relações comerciais com a região. O conselheiro do Departamento de Pesquisas Industriais do Mizuho Corporate Bank Ltda., Daichi Tsuchihashi, visitou a sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) nesta segunda-feira, 14. O conselheiro veio à autarquia representando uma carteira de clientes que são potenciais investidores e ouviu dos técnicos da SUFRAMA uma detalhada palestra sobre como funciona a política de isenção de impostos federais e estaduais na Amazônia Ocidental.

Também participaram da visita, os técnicos da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan)e do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) convidados pela SUFRAMA para ajudar a prestar esclarecimentos sobre as vantagens comparativas do modelo ZFM. Foi sugerido ao conselheiro do banco japonês que divulgasse aos clientes da instituição financeira, as possibilidades de participação na VI Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2011) que acontece de26 a 29 de outubro. Daichi Tsuchihashi agradeceu o convite e informou que levará a proposta de participação na FIAM 2011 para avaliação da direção do banco Mizuho.

Venezuela
Na última sexta-feira, 11, empresários e dirigentes do governo venezuelano discutiram possibilidades de ampliação do intercâmbio comercial e da integração produtiva entre o Estado do Amazonas e a República Bolivariana da Venezuela. O encontro, realizado no auditório da SUFRAMA, contou com a participação do Ministro da Ciência e Tecnologia da Venezuela, Ricardo Menendez, do vice-ministro das Indústrias da Venezuela, Yuri Pimentel, do cônsul geral da Venezuela, Emiro Brito, do embaixador da Venezuela, Maximilien Sanchez Arvelaiz, e de representantes da autarquia, de empresas do PIM e do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam).

A comitiva venezuelana assistiu a uma apresentação sobre o modelo ZFM, que incluiu dados sobre os principais produtos fabricados e exportados pelo Polo Industrial de Manaus (PIM) e os incentivos fiscais de caráter estadual e federal oferecidos, e também fizeram uma breve exposição acerca das principais oportunidades de negócios que identificam na região. Segundo a coordenadora-geral de Comércio Exterior da SUFRAMA, Gracilene Belota, “as discussões iniciais mostraram-se proveitosas, pois notamos do lado venezuelano uma grande disposição em estreitar as relações comerciais com o PIM no curto prazo”, afirmou Belota.

A SUFRAMA ficou encarregada de compilar os dados sobre os segmentos produtivos solicitados pelos governantes venezuelanos e enviá-los à Embaixada da Venezuela até o final desta semana. As partes também concordaram em realizar duas videoconferências, no início do mês de março, para dar continuidade às discussões de intensificação das relações comerciais e integração produtiva.