Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA discute logística e cooperação técnica com diplomatas australianos

Notícias

SUFRAMA discute logística e cooperação técnica com diplomatas australianos

Em pauta, as características do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), os custos logísticos da hidrovia amazônica e a possibilidade de acordos bilaterais de cooperação científica para o desenvolvimento conjunto de inovações tecnológicas.
por Enock Nascimento publicado: 17/04/2018 17h08 última modificação: 17/04/2018 18h15

O superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da SUFRAMA, Marcelo Pereira, recebeu na Sala de Reuniões da autarquia, nesta terça-feira (17), diplomatas da Embaixada da Austrália no Brasil. Em pauta, as características do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), os custos logísticos da hidrovia amazônica e a possibilidade de acordos bilaterais de cooperação científica para o desenvolvimento conjunto de inovações tecnológicas.

A conselheira e vice-embaixadora da Austrália, Tracy Reid Oam, e a assistente de pesquisa da Embaixada da Austrália, Viviane Aversa Franco, explicaram que o objetivo da reunião era de aproximação com a autarquia, para estabelecer e fortalecer vínculos tendo em vista futuras visitas de autoridades australianas.

Além de questões sobre as peculiaridades da ZFM, as diplomatas também demonstraram interesse sobre fatores logísticos e fizeram várias perguntas sobre os rios e a malha hidroviária da Amazônia. Nas explicações, o superintendente adjunto também salientou as invenções e adaptações criadas na região como o motor rabeta e o barco recreio. “Por volta dos anos 1940, o visionário Nathan Xavier de Albuquerque pegou um motor estacionário de motocicleta e o adaptou colocando eixo e hélice, pondo na parte traseira das canoas. Estava inventado o motor rabeta, hoje essencial para a locomoção dos ribeirinhos. O mesmo motor serve também para moer a mandioca. Outra importante inovação foi a mudança no design nos barcos recreios para garantir mais conforto para os viajantes. No caso, a mudança é o flap, que funciona como o aerofólio do carro de Fórmula-1, garantindo mais estabilidade para a navegação e reduzindo os ‘enjoos e maresias’ dos passageiros”, detalhou.

Ainda no propósito de fortalecer os vínculos entre os países foi abordada a possibilidade de se estabelecer um acordo de cooperação científica entre instituições dos dois países para o desenvolvimento conjunto de inovações tecnológicas em áreas como a biotecnologia, medicina tropical, mineração e agricultura.

Também participaram da reunião, por parte da autarquia, os servidores da Coordenação Geral de Comércio Exterior (Cogex), Arthur Lisboa e Felipe Esteves.

registrado em: , ,