Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA discute parceria com Sebrae-RO

Notícias

SUFRAMA discute parceria com Sebrae-RO

Instituições devem promover uma série de oficinas em Rondônia, entre o fim de junho e início de julho, para explicar todas as vantagens tributárias e incentivos fiscais que podem ser aproveitadas pelas micro e pequenas empresas localizadas nos Estados da área de abrangência da autarquia.
por Enock Nascimento publicado: 09/05/2017 16h30 última modificação: 10/05/2017 12h23

O potencial da utilização da Zona Franca Verde (ZFV) na indução do desenvolvimento sustentável da região e o aprimoramento da parceria entre as instituições foram alguns dos temas abordados em encontro entre o superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da SUFRAMA, Marcelo Pereira, e o diretor presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Rondônia (Sebrae-RO), Valdemar Camata Júnior. A reunião ocorreu nesta terça-feira (9) no gabinete da Superintendência Adjunta de Planejamento e Desenvolvimento Regional e foi acompanhada pela coordenadora geral de Estudos Econômicos e Empresariais da SUFRAMA, Ana Maria Souza, além de outros técnicos da autarquia.

Como resultado do encontro, SUFRAMA e Sebrae-RO devem promover uma série de oficinas em Rondônia, entre o fim de junho e início de julho, para explicar todas as vantagens tributárias e incentivos fiscais que podem ser aproveitadas pelas micro e pequenas empresas localizadas nos Estados da área de abrangência da autarquia. Também estará em pauta nessas oficinas as potencialidades de negócios sustentáveis por meio da ZFV. Com a Zona Franca Verde é concedida a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na operação de venda para produtos fabricados nas Áreas de Livre Comércio (ALCs) com preponderância de matéria-prima regional.

“Temos observado nos eventos que realizamos pelos Estados que ainda há muito desconhecimento sobre as excepcionalidades do regime fiscal administrado pela SUFRAMA na Amazônia Ocidental e como as empresas podem usufruir dessas vantagens. Quando esses empreendimentos percebem que, por exemplo, ter um cadastro na SUFRAMA lhes permitem deixar de pagar impostos na aquisição de insumos e matérias-primas, muitas delas tomam decisão de utilizar esse dinheiro extra para ampliar e diversificar seus investimentos. Isso significa mais geração de emprego e renda para a região”, explica Pereira.

registrado em: , ,