Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Suframa e parceiros analisam projeto arquitetônico do Distrito Agroindustrial de Rio Preto da Eva

Notícias

Suframa e parceiros analisam projeto arquitetônico do Distrito Agroindustrial de Rio Preto da Eva

A implantação do distrito está prevista para ocorrer em uma área onde serão incentivadas, principalmente, atividades voltadas à consolidação de agroindústrias (suínos, bovinos, móveis, açaí e pescado, entre outras) e à exploração de bioenergia e de outras alternativas ligadas à bioeconomia.
por Diego Queiroz publicado: 28/01/2020 18h10 última modificação: 28/01/2020 20h33

O superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, acompanhado do superintendente adjunto de Projetos, Gustavo Igrejas, e do coordenador geral de Análise de Acompanhamento de Projetos Agropecuários, Sidnei Magalhães, participou na manhã desta terça-feira (28), na sede do Governo do Estado do Amazonas, de reunião que deu continuidade às discussões visando à implementação do Distrito Agroindustrial do município de Rio Preto da Eva (Darpe).

A implantação do distrito está prevista para ocorrer em uma área incentivada pela Suframa em Rio Preto da Eva. No local, serão incentivadas, principalmente, atividades voltadas à consolidação de agroindústrias (suínos, bovinos, móveis, açaí e pescado, entre outras) e à exploração de bioenergia e de outras alternativas ligadas à bioeconomia.

A reunião, liderada pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, contou com a participação do prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Sousa, e de dirigentes e representantes de diversas instituições envolvidas no projeto de efetivação do Darpe, entre as quais a Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Ciama), Secretaria de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea), Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Secretaria de Produção Rural do Amazonas (Sepror) e Secretaria de Meio Ambiente do Amazonas (Sema).

O principal objetivo do encontro foi a apresentação, pela Ciama, de um esboço do projeto arquitetônico e do repasse de informações sobre o orçamento estimado para implementação do Darpe. De acordo com o presidente da Ciama, Aluizio Barbosa, os investimentos poderão iniciar em R$ 74 milhões e chegar a R$ 138 milhões, caso toda a estrutura planejada – que inclui áreas para pequenos e grandes lotes industriais, torres de observação e pátios para carretas, entre outras unidades – seja efetivada.

Durante a reunião, também foram discutidos detalhes relacionadas ao licenciamento ambiental dos empreendimentos a serem instalados na região, a intenção de agregar cada vez mais a temática da sustentabilidade ao escopo do projeto e a necessidade de incluir dados sobre os impactos socioeconômicos positivos esperados com a implantação do Distrito. Outra informação relevante mencionada durante o encontro foi a de que o Darpe é um dos 40 projetos incluídos no Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia - elaborado pela Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) para o período de 2020-2023 -, o que poderá facilitar a captação de recursos no âmbito do governo federal.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, elogiou o projeto apresentado pela Ciama e sugeriu que uma nova reunião seja realizada no prazo de quinze dias para que as instituições possam fazer os ajustes e as sugestões devidas para continuidade das discussões.

O superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, afirmou que a implementação do Darpe é um projeto de Estado que representa um trabalho conjunto de resgate do vetor agropecuário e de ações de interiorização do desenvolvimento. “Parabenizo o governador e toda sua equipe, bem como todas as instituições envolvidas, que desde o início caminharam ao lado da Suframa na construção dessa iniciativa. Este é um exemplo que as instituições estão dando de como podem trabalhar juntas buscando o engrandecimento e o desenvolvimento do Estado do Amazonas”, disse Menezes. “O trabalho de todas essas instituições está ajudando a desenhar um futuro melhor para o nosso Estado e para a população do município de Rio Preto da Eva, que vai ganhar empregos, renda e melhorar seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Parabéns a todos os envolvidos”, reforçou.