Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Suframa e Piatam lançam 1ª Feira de Sustentabilidade do PIM

Notícias

Suframa e Piatam lançam 1ª Feira de Sustentabilidade do PIM

A fesPIM ocorrerá no Studio 5 Centro de Convenções, em Manaus, entre os dias 27 e 29 de novembro, e terá como principal objetivo demonstrar o potencial sustentável do PIM, um dos parques fabris mais importantes do País.
por Diego Queiroz publicado: 13/09/2019 14h43 última modificação: 13/09/2019 15h56

Com a presença de representantes de entidades de classe e de órgãos governamentais, agentes políticos, empresários, pesquisadores e profissionais da imprensa, entre outros, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e o Instituto de Inteligência Socioambiental Estratégica da Amazônia (Piatam) realizaram nesta sexta-feira (13), na sede da Suframa, o lançamento da primeira edição da Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (fesPIM).


A fesPIM ocorrerá no Studio 5 Centro de Convenções, em Manaus, entre os dias 27 e 29 de novembro, e terá como principal objetivo demonstrar o potencial sustentável do PIM, um dos parques fabris mais importantes do País. Idealizado com o conceito de aliar sustentabilidade e tecnologia, o evento tem a previsão de contar com 130 estandes, que serão distribuídos em uma estrutura ambientalmente responsável, bem como com uma programação repleta de exposições, palestras com convidados nacionais e internacionais, venda direta de produtos fabricados no PIM e ações com comunicólogos e investidores que tenham interesse em expandir seus conhecimentos sobre a realidade produtiva local.


A cerimônia de lançamento da 1ª fesPIM contou com pronunciamentos do superintendente da Suframa, Alfredo Menezes; do presidente do Instituto Piatam, dr. Alexandre Rivas; do CEO do Grupo Rede Amazônica, Phelippe Daou Jr; do vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo; do presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Joelson Silva; e do presidente da Comissão de Assuntos Econômicos da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, Ricardo Nicolau.


O superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, destacou que a proposta de realização do evento surgiu a partir do Instituto Piatam e que a Suframa, desde o início, identificou muita validade na iniciativa, em especial diante da situação diferenciada por que passa a economia nacional e da oportunidade de divulgar a importância socioeconômica e sustentável do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) em um momento em que as discussões da reforma tributária estão se intensificando em todo o País. “Quase concluída a reforma da previdência, entramos no momento da reforma tributária, e precisamos atrair a atenção de todos para a importância da Zona Franca de Manaus. Vejo essa feira como uma ocasião ideal para fazermos uma convocação e uma mobilização de toda a sociedade brasileira para que conheçam de fato o nosso modelo de desenvolvimento e suas diversas contribuições para o País”, ressaltou Menezes.


Ele também adiantou que o presidente da República, Jair Bolsonaro, já demonstrou interesse em participar da fesPIM e está estudando a possibilidade de pernoitar na região no período do evento. “Caso a participação do nosso presidente seja viabilizada, nós conseguiremos atrair a atenção do Brasil e do mundo para a nossa feira e para a importância do nosso modelo. Com todas as ações que estamos empreendendo à frente da Suframa, vemos a fesPIM como um outro marco do nosso trabalho neste ano e como uma forma de encerrar 2019 de maneira extremamente positiva em conjunto com nossos diversos parceiros da sociedade”, complementou.


O presidente do Instituto Piatam, Alexandre Rivas, destacou o importante papel desempenhado pelo PIM, especialmente, na geração de empregos e a conexão desse indicador com a preservação ambiental. “É neste sentido que nós produzimos esta feira, exatamente para mostrar o potencial e a importância da região não apenas para o Brasil, mas para o mundo inteiro. E também no sentido de buscar alternativas como, por exemplo, na bioeconomia. A Suframa tem um papel importante junto ao Centro de Bioteconologia da Amazônia (CBA) para que ela possa efetivamente funcionar”, afirmou Rivas.

registrado em: , , ,