Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA e ZFG assinam Plano de Trabalho

Notícias

SUFRAMA e ZFG assinam Plano de Trabalho

Documento contém ações conjuntas elaboradas para facilitar a concretização de negócios bilaterais.
por Enock Nascimento publicado: 18/04/2016 15h44 última modificação: 19/04/2016 10h10

A SUFRAMA e a Zona Franca Global (ZFG) do Paraguai assinaram um Plano de Trabalho contendo ações conjuntas elaboradas para facilitar a concretização de negócios bilaterais. O documento, assinado na sede da Autarquia, nesta segunda-feira (18), pela superintendente Rebecca Garcia e pelo presidente da ZFG, Pedro Céspedes, em meio à programação da visita da comitiva paraguaia à Zona Franca de Manaus (ZFM), reforça memorando de entendimento vigente entre as duas zonas francas, pactuado no ano passado, com vigência de cinco anos.

Entre as atividades propostas no Plano estão a obrigatoriedade de se realizar, pelo menos, um encontro de trabalho por ano e a de se escrever um relatório sobre as tarefas desenvolvidas. A ideia da criação do documento é garantir a efetivação dos projetos previstos no memorando de entendimento, entre os quais a criação de um Centro Logístico de Armazenagem e Distribuição (Clad) da ZFM dentro da ZFG.

“Acredito que se trata de uma oportunidade mutuamente vantajosa de sermos parceiros e de que essas duas zonas francas se tornem irmãs, cresçam juntas e fiquem ainda mais fortes do que já são hoje”, frisou Rebecca Garcia.

Missão técnica
Esta é a segunda missão técnica entre ZFM e ZFG. A primeira ocorreu em outubro do ano passado, em Ciudad del Este, quando a ZFG foi visitada. Integrantes da diretoria da zona franca privada participaram, no mês seguinte, da oitava edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2015) representando o Paraguai.

Na comitiva paraguaia, além de diretores da ZFG, estão empresários, a maioria ‘brasiguaios’ (termo usado para designar brasileiros residentes no Paraguai), representando empresas como a Blue Bird, Audiophone Brasil e a Abba.

Na programação do primeiro dia da missão técnica ocorreram as apresentações sobre os funcionamentos da ZFM e da ZFG. Representantes do escritório jurídico Andrade G.C. Advogados expuseram um estudo sobre questões fiscais envolvendo possíveis acordos comerciais entre ZFM e Paraguai e destacaram vantagens no processo de exportação fracionada, temporária e definitiva.

O empresário e diretor da ZFG, Nasser Chamseddine, destacou que um dos principais interesses dos paraguaios e que se trata também de uma oportunidade para a ZFM é a substituição de manufaturados asiáticos por produtos fabricados no Polo Industrial de Manaus (PIM). “Além da possibilidade de usar a ZFG para exportar para outros países da América do Sul, há ainda a chance de vender produtos feitos aqui na Amazônia para os paraguaios que moram e visitam, por exemplo, a Ciudad Del Est”, observou.

Na programação de atividades da missão técnica, além de palestras, debates e rodadas de negócios, está prevista para a terça-feira (19) a visita da comitiva a fábricas do PIM.