Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA, Instituto Fraunhofer e UEA assinam termo de cooperação técnico-científica

Notícias

SUFRAMA, Instituto Fraunhofer e UEA assinam termo de cooperação técnico-científica

O acordo tem como principal objetivo a consolidação da atuação do Instituto Fraunhofer em Manaus, por meio de investimentos em infraestrutura e recursos humanos a serem realizados conjuntamente pelas três instituições.
por Diego Queiroz publicado: 14/07/2009 00h00 última modificação: 09/06/2016 12h52

Como forma de fortalecer o sistema de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Região, integrando iniciativas de educação e alta tecnologia, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), o Instituto de Pesquisa de Nanotecnologia Fraunhofer (ENAS) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) assinaram ontem, durante a 61ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Manaus, termo de cooperação técnico-científica.

O acordo tem como principal objetivo a consolidação da atuação do Instituto Fraunhofer em Manaus, por meio de investimentos em infraestrutura e recursos humanos a serem realizados conjuntamente pelas três instituições. O termo de cooperação, de fato, representa a ampliação do acordo de colaboração técnica assinado em setembro de 2007 entre a SUFRAMA e o Instituto Fraunhofer, que possibilitou a implantação de uma unidade do centro de pesquisa alemão em Manaus voltada para tecnologias de integração de sistemas, encapsulamento, sistemas Micro-Eletro-Mecânicos (MEMs) e aplicações destinadas a telecomunicações.

Com base no termo de cooperação, caberá à UEA abrigar e financiar um escritório e laboratórios para incremento e promoção das atividades do Instituto Fraunhofer em Manaus. A SUFRAMA deverá continuar atuando na condição de agência que administra os incentivos do modelo ZFM, apoiando o sistema local de educação, cultura, ciência, tecnologia e inovação, com o objetivo de fortalecer o Polo Industrial de Manaus (PIM) e prospectar projetos científicos para a Região.

O Instituto Fraunhofer, por sua vez, além de contribuir para a educação de engenheiros graduandos da UEA em áreas como Mecatrônica e Microeletrônica, deverá utilizar sua expertise como maior instituição européia no campo da pesquisa aplicada e desenvolvimento para executar novos projetos nos campos da micro e nanoeletrônica e biomicrotecnologia.

Segundo a superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Grosso, o acordo é mais um resultado das políticas de atração de investimentos e de promoção do desenvolvimento técnico-científico da Região promovidas pela autarquia. Ela destacou ainda que a inclusão da UEA na parceria com o Instituto Fraunhofer vai fortalecer toda a cadeia de conhecimento até a sua aplicabilidade na geração de produtos inovadores. “Com esta ação, iremos reforçar a estrutura do Instituto Fraunhofer na Região e também contribuir para que a área de microeletrônica e nanotecnologia, que é tão estratégica para o PIM, possa se desenvolver com ainda mais intensidade”, afirmou a superintendente.

A reitora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Marilene Corrêa, destacou que o termo de cooperação com a SUFRAMA e o instituto alemão fortalecerá a competência tecnológica da UEA. “Somos uma universidade jovem, mas temos o entendimento de que precisamos criar e implementar parcerias para crescer e promover o crescimento da região. O acordo será importante para dinamizarmos cada vez mais a produção do conhecimento e transformá-lo em processos e produtos novos e diversificados”, afirmou Corrêa.

 

registrado em: , ,