Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA investe R$ 2,4 milhões em projetos no Amapá

Notícias

SUFRAMA investe R$ 2,4 milhões em projetos no Amapá

Os recursos são provenientes do descontingenciamento feito pelo Governo Federal em 2007, cujo processo contou com papel importante da bancada da Amazônia no Congresso Nacional.
publicado: 01/02/2008 00h00 última modificação: 26/07/2016 10h38

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) vai investir R$ 2,4 milhões em convênios para a viabilização de projetos no Estado Amapá. Os recursos são provenientes do descontingenciamento feito pelo Governo Federal em 2007, cujo processo contou com papel importante da bancada da Amazônia no Congresso Nacional.

Dois projetos receberão investimentos da autarquia no Estado. O primeiro deles é um estudo a ser desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado do Amapá (IEPA), com o objetivo de fazer levantamento das espécies frutíferas da Amazônia, principalmente palmeiras oleaginosas como o buriti, encontrado em grande abundância na região. “O objetivo é extrair o óleo dessas palmeiras, estudar a composição química e desenvolver tecnologia para a produção de cosméticos”, diz a diretora do Centro de Plantas Medicinais e Produtos Naturais do IEPA, Edluce Malcher, destacando que a fabricação dos cosméticos ficará a cargo da Associação de Mulheres do Município de Macapá.

O projeto também prevê o aproveitamento do resíduo dessas plantas para uso na merenda escolar (no formato de massa), estimulando dessa maneira a ingestão de alimentos funcionais entre os alunos. “Esperamos com esses investimentos ampliar a produção de bens e serviços com foco na vocação do Estado”, afirma a coordenadora-geral de Desenvolvimento Regional da autarquia, Eliany Gomes.

A coordenadora recorda que esse convênio integra a terceira etapa de um trabalho feito em parceria entre a SUFRAMA e o IEPA. Segundo ela, em 2001, a autarquia financiou a construção do Parque de Incubação de Empresas e Extensão Tecnológica do Amapá, uma das unidades do IEPA, e em 2005, destinou recursos para a modernização do Laboratório de Produção e Controle de Qualidade do instituto.

Ao final da execução do projeto, previsto para ocorrer em dois anos, será produzida publicação contendo informações e fotos das espécies estudadas. “A SUFRAMA está sendo um importante parceiro na medida em que está possibilitando o conhecimento da biodiversidade Amazônica, bem como contribuindo para a geração de emprego e renda e a melhoria da qualidade de vida da população”, afirma Edluce Malcher.

Prefeitura de Macapá
O outro convênio que beneficiará o Estado será firmado com a Prefeitura de Macapá. Tem como objetivo a implantação de três laboratórios voltados à formação profissional e à inclusão digital e tecnológica. Os laboratórios contarão com infra-estrutura e equipamentos adequados para uso como plataforma de ensino à distância.

A estimativa é que sejam beneficiadas em torno de 40 mil pessoas, entre jovens, adolescentes e adultos. “Por meio desse convênio com a SUFRAMA, temos a certeza de que estamos contribuindo para multiplicar conhecimentos, reduzir a desigualdade social e favorecendo um futuro melhor para a nossa cidade”, comenta o prefeito da capital, José Antônio Nogueira de Souza.

De acordo com a superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Grosso, a formalização desses convênios marca a retomada pela autarquia da política de interiorização do desenvolvimento na região. “Os recursos são importantes porque potencializam a economia regional, fortalecendo desta forma a política do modelo, que é de irradiar desenvolvimento sócio-econômico na Amazônia”, ressalta a superintendente.

Ao todo a SUFRAMA está investindo cerca de R$ 192 milhões, o equivalente a 57% do orçamento anual disponibilizado, nos Estados da Amazônia Ocidental e em Macapá (Amapá). Serão beneficiados 74 municípios de sua área de atuação.

 

registrado em: ,