Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA nas discussões do Plano Diretor

Notícias

SUFRAMA nas discussões do Plano Diretor

Autarquia foi formalmente convidada pela Câmara Municipal de Manaus a participar das discussões para aprimorar a sugestão do Executivo.
publicado: 11/05/2012 00h00 última modificação: 22/03/2016 15h22

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Isaac Tayah, esteve nesta sexta-feira (11) na sede da SUFRAMA, reunido com o superintendente da autarquia, Thomaz Nogueira, para entregar uma cópia do projeto do novo Plano Diretor de Manaus e convidar a Superintendência a participar das discussões para aprimorar a sugestão do Executivo.

“Teremos cinco meses para discutir e formatar o novo plano e a participação das entidades representativas da sociedade é fundamental para ajudar a Câmara nas possíveis correções. Temos que correr, pois o plano pronto e aprovado deve ser entregue até 3 de novembro”, disse Tayah.

Thomaz Nogueira elogiou a iniciativa da Câmara Municipal, principalmente em função dos impactos que o documento gera sobre toda a sociedade. “No caso do Polo Industrial, por exemplo, qualquer medida de zoneamento urbano pode afetar toda a logística de chegada de insumos ou saída de produtos acabados. Um ponto mal discutido neste plano pode definir a instalação ou saída de uma empresa do Distrito”, comentou o superintendente. Ele colocou os técnicos da autarquia à disposição para discutir questões do plano como a definição de áreas para indústria e residências, com especial cuidado para possíveis sobreposições ou invasão de zonas sobre espaços destinados ao Distrito Industrial. “O plano é fundamental para o bom desempenho da indústria, comércio, serviços, enfim, para todo o setor produtivo da Zona Franca, impactando diretamente os empregos e a economia em geral da capital amazonense”, completou Nogueira.

SOS Ribeirinhos
O presidente da CMM também convidou a SUFRAMA a integrar os esforços da Casa Legislativa na arrecadação de donativos para os afetados pela cheia dos rios do Amazonas. O superintendente garantiu apoio à iniciativa e adiantou que a SUFRAMA já havia se mobilizado a respeito e que, a partir de segunda-feira, inicia a coleta entre os funcionários da autarquia. “Mas podemos ir além. Em 2009, indústrias do Polo foram muito sensíveis com a questão da cheia e imagino que agora poderemos mobilizar os empresários novamente”, disse.