Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA participa da 5ª Rondônia Rural Show

Notícias

SUFRAMA participa da 5ª Rondônia Rural Show

Durante o evento, autarquia foca na promoção de ações de desenvolvimento sustentável regional, como a implementação da Zona Franca Verde.
por Enock Nascimento publicado: 25/05/2016 15h16 última modificação: 27/05/2016 12h40

Com expectativa de gerar mais de R$ 800 milhões em negócios, ocorreu nesta quarta-feira (25), no Parque de Exposições Hermínio Victorelli, em Ji-Paraná (RO), a cerimônia de abertura da 5ª edição da Rondônia Rural Show. A feira, que vai até o dia 29, conta com quase 400 expositores, além de representantes de embaixadas de vários países.

Com foco na promoção de ações de desenvolvimento sustentável regional, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) participa do evento com um estande posicionado para esclarecer dúvidas dos visitantes a respeito da atuação da autarquia e a política de concessão e regulação dos incentivos fiscais. A autarquia ainda realizará ao longo da feira palestras sobre as potencialidades da Zona Franca Verde (ZFV), iniciativa que deve levar benefícios, principalmente, para as Áreas de Livre Comércio (ALCs) inseridas na região abrangida pelo modelo Zona Franca de Manaus (ZFM).

“As ações da SUFRAMA durante a Rondônia Rural Show dão continuidade ao trabalho da autarquia realizado recentemente, por exemplo, no Amapá. Nosso objetivo aqui é, principalmente, esclarecer aspectos técnicos fundamentais para a operacionalização da Zona Franca Verde e as metodologias a serem utilizadas para apresentação e análise de projetos relacionados aos benefícios da ZFV”, informou o economista Patry Boscá, da Coordenação Geral de Estudos Econômicos e Empresariais da SUFRAMA.

O evento
Na abertura da feira, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, destacou a importância do setor agropecuário para a economia brasileira. “Se não fosse o agronegócio, não teríamos nada positivo no País. Seria só terra arrasada por essa crise. São eventos como esses que nos animam, transmitem otimismo e nos fazem pensar num Brasil maior e melhor”, frisou.

O vice-governador de Rondônia, Daniel Pereira, salientou que o Estado é um dos menos atingidos pela crise (o segundo com menor taxa de desemprego) e ressaltou, ainda, os números progressivamente positivos da feira. Em 2012, a primeira edição gerou R$ 116 milhões em volume de negócios. Em 2013, R$ 294 milhões. Em 2014, R$ 530 milhões e, em 2015, R$ 622 milhões. “Queremos avançar na regularização fundiária e pedimos apoio do governo federal nesse processo. Nos municípios de Rondônia em que não há problemas na concessão de títulos definitivos de posse de terra não há conflitos e, além de paz, há também produtividade e prosperidade”, frisou.

Ainda na cerimônia, o prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires, fez a doação oficial de uma área de pouco mais de 43 hectares (localizada na Gleba Pyrineos, entre Ji-Paraná e Presidente Médici) para que o município continue sendo a sede da Rondônia Rural Show. “Essa feira é fomentadora de negócios no comércio local e também nas cidades vizinhas. Ela já é a primeira da Região Norte em agronegócios e está entre as dez maiores feiras do Brasil. Ano que vem ela já será realizada no novo terreno e irá se consolidar como uma das mais importantes do País”, pontuou.