Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA participa da elaboração do Plano Nacional de Turismo 2018-2022

Notícias

SUFRAMA participa da elaboração do Plano Nacional de Turismo 2018-2022

Instrumento estabelece diretrizes, estratégias para a implementação da Política Nacional de Turismo e metas para geração de empregos e renda no País até 2022, com previsão de criação de mais de dois milhões de novos postos de trabalho para o setor.
publicado: 28/03/2018 18h00 última modificação: 29/03/2018 11h47

Foi lançado nesta quarta-feira, durante a 51ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Turismo, o Plano Nacional de Turismo (PNT) 2018-2022, instrumento que estabelece diretrizes, estratégias para a implementação da Política Nacional de Turismo e metas para geração de empregos e renda no país até 2022, com previsão de criação de mais de dois milhões de novos empregos para o setor.

O documento foi elaborado de forma coletiva, com o apoio das áreas técnicas do Ministério do Turismo, Embratur e agentes públicos e privados, por meio da Câmara Temática do Plano Nacional de Turismo, constituída dentro do Conselho Nacional de Turismo (CNT), da qual a SUFRAMA teve participação, representada pela servidora da Coordenação-Geral de Estudos Econômicos e Empresariais (COGEC), Rosângela Alanís, conselheira titular no CNT.

“A principal finalidade desse documento é ordenar as ações do setor público, de modo a orientar o esforço do Estado e a utilização dos recursos públicos para o desenvolvimento do turismo”, explicou Alanís, salientando que a SUFRAMA teve participação efetiva na apresentação de propostas para as diretrizes e metas do Plano, destacando entre elas a elaboração de um plano integrado de desenvolvimento de infraestrutura logística para o Turismo, como uma das ações estratégicas para melhorar a infraestrutura nos destinos e nas regiões turísticas brasileiras.

A conselheira representante da SUFRAMA no CNT também salientou que tem procurado chamar atenção no Conselho para a necessidade de valorização do turismo regional, observando-se principalmente as especificidades da Região Norte, em especial nos estados da Amazônia que integram a área de abrangência da SUFRAMA: Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima e Amapá.

O ministro Marx Beltrão destacou a elaboração do PNT como um dos principais feitos de sua gestão: “o PNT espelha os anseios do setor e do cidadão que consome turismo. Nesse contexto, o conjunto de medidas propostas neste documento contribui para consolidar o turismo como um eixo estratégico efetivo de desenvolvimento econômico do país, tendo como horizonte o ano de 2022”, afirmou.

O e-book Plano Nacional de Turismo está disponível para download na página do Ministério do Turismo na internet, no link: http://www.turismo.gov.br/2015-03-09-13-54-27.html. A publicação traz, inclusive, uma foto do teatro Amazonas como ilustração de destino turístico nacional.

Operação “Verão Legal” faz fiscalização em Manaus nesta quinta-feira

Na lógica do Cadastur 3.0, o Ministro do Turismo está desenvolvendo a “Operação Verão Legal”, iniciada em setembro de 2017, e que prevê a fiscalização de estabelecimentos de hospedagem em todo o País até o final de abril.

A operação já foi realizada em 18 capitais: Brasília, Rio de Janeiro, Boa Vista, Maceió, João Pessoa, Palmas, Aracaju, Teresina, Fortaleza, Vitória, São Luís, Cuiabá, Goiânia, Belo Horizonte, Campo Grande, Natal, Recife e Salvador.

Em Manaus, a fiscalização ocorrerá quinta-feira, 29. Com a medida, a expectativa do Ministério do Turismo é garantir o cadastro dos meios de hospedagem em funcionamento na capital amazonense. O cadastro também é obrigatório para outras seis categorias – agência de turismo, parque temático, acampamento turístico, organizadora de eventos, guia de turismo e transportadora turística.

 

registrado em: ,