Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA participa de homenagem à Fieam e Cieam

Notícias

SUFRAMA participa de homenagem à Fieam e Cieam

As entidades, que contribuem com o desenvolvimento do Amazonas, completaram em agosto, respectivamente, 56 e 37 anos.
por Márcio Gallo publicado: 30/08/2016 15h45 última modificação: 30/08/2016 16h49

A titular da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), Rebecca Garcia, prestigiou nesta terça-feira (30) a sessão especial da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), promovida no auditório Ruy Araújo, em homenagem aos aniversários de 56 anos e 37 anos, respectivamente, da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) e do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), ocorridos em agosto.

Estavam presentes, ainda, o governador do Amazonas, em exercício, deputado Belarmino Lins, o representante da prefeitura de Manaus, Ulysses Tapajós, o vice-presidente da Fieam, Nelson Azevedo, o presidente do conselho superior do Cieam, Maurício Loureiro, além de representantes das três Forças Armadas, do Tribunal Regional do Trabalho e de parlamentares da Casa Legislativa.

Em seu discurso, Nelson Azevedo destacou o papel desenvolvimentista da indústria no Estado do Amazonas. “Contamos com o apoio do Legislativo para a formulação de políticas públicas que fomentem a atividade industrial, possibilitando o aumento da competitividade, dando condições para a geração de empregos e a resolução de questões logísticas”, afirmou Azevedo.

O vice-presidente da Fieam comentou, ainda, sobre a iniciativa de se criar novas matrizes econômicas no Amazonas, como o fomento ao agronegócio e os estudos de viabilidade econômica para que se possa investir no interior do Estado. “Neste sentido, congratulo a superintendente da SUFRAMA, Rebecca Garcia, que tem trabalhado na busca pelo crescimento do Distrito Agropecuário da SUFRAMA, com a possibilidade de reativação do escritório da autarquia no município de Rio Preto da Eva”, complementou Azevedo.

Oportunidades
O representante do Cieam, Maurício Loureiro, falou sobre as dificuldades econômicas que trouxeram desafios aos empresários, mas ressaltou que “devemos olhar para o futuro e às oportunidades que surgem, para que possamos aproveitá-las. Sempre aprendendo com o passado, é claro”.

Loureiro ainda disse que “não devemos olhar somente para o Polo Industrial de Manaus, mas para todo o Estado do Amazonas, repleto de oportunidades e potencialidades que devemos explorar”.