Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA participará de missão ao Peru

Notícias

SUFRAMA participará de missão ao Peru

O cônsul geral peruano em Manaus, Gonzalo Guzmán, reforçou convite para a SUFRAMA participar de uma missão em Yurimaguas, agendada para outubro, para discutir questões logísticas e acordos comerciais, entre outros assuntos.
por Enock Nascimento publicado: 19/07/2017 11h00 última modificação: 19/07/2017 15h43

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e representantes do governo da República do Peru acertaram, em encontro realizado na terça-feira (18), na sede da autarquia, uma agenda de reuniões técnicas e rodadas de negócios com o objetivo de ampliar as relações industriais, comerciais e turísticas entre o Peru e os Estados sob abrangência da autarquia (Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia e Amapá).

Acompanhado dos diretores do Escritório Comercial do Peru no Brasil, o cônsul geral peruano em Manaus, Gonzalo Enrique Paredes Guzmán, reforçou convite para a SUFRAMA participar de uma missão em Yurimaguas, agendada para os dias 02 a 05 de outubro, para discutir questões logísticas e acordos comerciais, entre outros assuntos. O governo peruano, por sua vez, também pretende trazer uma comitiva empresarial para Manaus na última semana de novembro.

O superintendente da SUFRAMA, Appio Tolentino, ressaltou que as missões técnicas e empresariais, marcadas para outubro e novembro, vêm ao encontro do planejamento da autarquia de aprofundar as relações comerciais do Amazonas, Acre, Amapá, Roraima e Rondônia com os países pan-amazônicos. “Nosso projeto é fortalecer as relações econômicas junto aos países vizinhos, não apenas com a intensificação de negócios da indústria, mas também do comércio e do turismo”, observou Tolentino.

Também participaram da reunião, a superintendente adjunta de Projetos da SUFRAMA, Paula Soares; o coordenador geral de Comércio Exterior da SUFRAMA, Ivan Zambrano; o coordenador Geral de Estudos Econômicos e Empresariais da autarquia em exercício, Patry Boscá, e o presidente da Associação dos Consultores Econômicos do Amazonas (Ascon), José Laredo.

Potencial 

Conforme o diretor geral do Escritório Comercial do Peru no Brasil, Antonio Castillo, há um grande potencial de incremento de negócios bilaterais. “As fábricas da Zona Franca de Manaus poderão vender cerca de US$ 300 milhões em produtos de bens finais para o Peru. Já o Peru poderá vender para cá cerca de US$ 100 milhões, em materiais como prata, fios de cobre, entre outros”, explicou, acrescentando que Brasil e Peru já firmaram, em abril de 2016, um acordo de livre comércio, que inclui o setor automotivo.

Até junho de 2017, o Amazonas exportou para o Peru pouco mais de US$ 1.9 milhão e importou US$ 5.7 milhões. O ano que o Estado mais exportou para o país vizinho foi 2014: US$ 32.4 milhões. Já o pico de importação do Peru foi em 2013: US$ 72.2 milhões. 

registrado em: ,