Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Suframa promove treinamentos sobre o SIMNAC em Vilhena

Notícias

Suframa promove treinamentos sobre o SIMNAC em Vilhena

Capacitação foi realizada com vistas à implantação do sistema, no próximo dia 21 de outubro.
por Layana Rios publicado: 19/10/2019 15h20 última modificação: 22/10/2019 17h38

Com o novo Sistema de Ingresso de Mercadoria Nacional (SIMNAC), a ser implantado pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) no dia 21 de outubro, a Coordenação Regional de Vilhena realizou duas capacitações, nos dias 11 e 18 de outubro, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Vilhena (ACIV). Mais de 100 pessoas compareceram nos treinamentos, entre empresários, representantes e contadores.

O treinamento foi conduzido pelo coordenador regional de Vilhena, Ricardo Novakowski, e pelo chefe de serviço de operações, Jamir Gonçalves Júnior, que apresentaram as principais mudanças trazidas pelo novo Sistema de Mercadoria Nacional.

A implantação do SIMNAC atende a determinações de auditorias do Tribunal de Contas da União (TCU), no sentido de ter um controle mais efetivo sobre as operações, e também a exigências das novas regulamentações que estabelecem o processo de ingresso de mercadorias nacionais no Brasil, com destaque para o Convênio ICMS nº 134/2019, celebrado entre a Suframa e o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Uma das principais mudanças realizadas no fluxo de internamento de mercadorias foi a eliminação da figura do transportador no sistema – a partir de agora, as informações serão de competência dos destinatários. Outra inovação também é a eliminação do papel e dos processos realizados manualmente, uma vez que o SIMNAC terá plataforma operacionalizada, integralmente, em forma digital.

De acordo com Novakowski, as principais dúvidas dos participantes foram em relação ao novo sistema de vistoria e as rotinas do destinatário, que foram completamente sanadas de forma explicativa e objetiva pelos servidores. “É de suma importância o contato com a população para socializar o conhecimento, difundir as novidades e colocar a Coordenação à disposição da sociedade, prestando um serviço de qualidade e eficiente”, afirmou o coordenador.