Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA realiza reunião para discutir a cadeia produtiva do pescado

Notícias

SUFRAMA realiza reunião para discutir a cadeia produtiva do pescado

Durante o evento, grupo tratou sobre os principais entraves ao desenvolvimento dessa atividade.
publicado: 23/01/2009 00h00 última modificação: 18/07/2016 09h54

Representantes de instituições ligadas às áreas de meio ambiente, pesquisa, ciência e tecnologia (C&T), produção e desenvolvimento deram início nesta semana a uma série de encontros com o objetivo de discutir ações voltadas à estruturação da cadeia produtiva do pescado no Estado. A primeira reunião foi realizada na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), na última quarta-feira (21).

Durante o evento, o grupo tratou sobre os principais entraves ao desenvolvimento dessa atividade. Entre os problemas apontados está a falta de articulação efetiva entre os elos da cadeia produtiva. “De forma isolada, percebeu-se que os órgãos convidados já estão atuando no segmento (pesqueiro) em função de sua própria importância para a economia do Estado. Contudo, é preciso tornar as ações convergentes a fim de propiciar o desenvolvimento da cadeia produtiva”, analisa a coordenadora-geral de Desenvolvimento Regional da autarquia, Eliany Gomes.

Outro assunto abordado foi a necessidade de adoção de medidas para a atração de novos investimentos para o setor. Segundo o secretário executivo de Pesca e Aqüicultura do Estado, Geraldo Bernardino, já se tem conhecimento do interesse de empresários estrangeiros em investir nesse ramo de atividade, porém, é preciso definir conjuntamente as ações a fim de alcançar os resultados esperados. “Precisamos transformar potencialidades regionais em emprego e renda para a população”.

Eliany Gomes disse ainda que a estruturação da cadeia produtiva do pescado propiciará a mudança da matriz de desenvolvimento econômico, beneficiando sobretudo municípios do interior. “Dessa forma, estaremos contribuindo para a interiorização do desenvolvimento, uma das vertentes de atuação da SUFRAMA”, ressaltou.

Na ocasião, foram definidas três ações prioritárias: o apoio conjunto dos órgãos visando a implantação do Centro Tecnológico de Curtume de Peixe pelo Inpa; a elaboração de diagnóstico da atividade pesqueira no Estado para identificar os gargalos existentes e definir a área de atuação de cada agente e por último, a realização de workshop para tratar de questões relacionadas ao tema.

Participaram da reunião representantes do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Fundação Djalma Batista (FDB), Secretaria de Estado da Produção Agropecuária, Pesca e Desenvolvimento Rural Integrado (Sepror), Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento (SDS), Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (IDAM), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (IPAAM) e da própria SUFRAMA.

registrado em: , ,