Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA recebe missão italiana que prospecta investimentos no setor naval do PIM

Notícias

SUFRAMA recebe missão italiana que prospecta investimentos no setor naval do PIM

A visita é um desdobramento inicial do Memorando de Entendimento assinado entre o Ministério do Desenvolvimento Econômico da Itália, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio e SUFRAMA.
publicado: 17/12/2010 00h00 última modificação: 28/04/2016 17h00

Uma comitiva de representantes do governo, entidade de classe e empresários do setor de construção de barcos de passeios e turismo e pesca (náutico) da Itália esteve nesta quarta e quinta-feiras, 15 e 16, em visita à sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), para estudar a viabilidade de investimentos italianos no Brasil nesse setor. A visita é um desdobramento inicial do Memorando de Entendimento assinado entre o MISE (Ministério do Desenvolvimento Econômico da Itália), Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) e SUFRAMA, assinado em São Paulo/SP, em julho, cujo objetivo é fomentar o desenvolvimento econômico e produtivo de empresas italianas de diversos setores, no Polo Industrial de Manaus
(PIM).

Na quarta-feira, 15, a comitiva italiana conversou com representantes do governo do Amazonas e à tarde visitou a sede da SUFRAMA ocasião na qual conheceu o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e colheu informações sobre o polo naval amazonense, setor que soma faturamento acumulado no ano de US$ 52,6 milhões e gera cerca de 20 mil empregos.

Como resultado mais relevante da visita tem-se o interesse manifesto das autoridades e empresariado italiano em trazer para o PIM, dentre outras cidades que estavam sendo estudadas, um polo naval italiano com ênfase no segmento náutico. O projeto para a criação do Distrito Naval amazonense, inclusive com a possibilidade de abrigar empresas italianas está em andamento e será discutido no próximo dia 18 de janeiro, em Manaus, entre a SUFRAMA, a Secretaria de Assuntos Estratégicos do governo federal e representantes do Estado e do Município.

O interesse dos empresários italianos do segmento náutico explica-se no potencial de 60 mil milionários brasileiros com capacidade de comprar embarcações de luxo. Outro motivador apontado pelos produtores italianos para o País é a necessidade de renovação da frota pesqueira nacional.

A visita foi registrada em um Memorial de Reunião assinado entre a superintendente da autarquia, Flávia Skrobot Barbosa Grosso, e o representante do Ministério do Desenvolvimento Econômico da Itália - MISE, Benedetto Licata.
Além da SUFRAMA, o grupo de industriais italianos visitou estaleiros locais e órgãos do Governo do Estado.