Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SUFRAMA sedia workshop sobre o Programa Um Computador por Aluno

Notícias

SUFRAMA sedia workshop sobre o Programa Um Computador por Aluno

Durante evento, foram apresentados os primeiros resultados das cinco escolas que receberam laptops em 2007 e 2008 e fazem parte do pré-projeto piloto.
publicado: 28/09/2010 00h00 última modificação: 29/04/2016 15h39

Durante o 2º Workshop de disseminação do projeto Preparando para Expansão: Lições para Experiência Piloto Brasileira na Modalidade Um Computador Por Aluno (PROUCA), que teve início hoje, no auditório da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), foram apresentados os primeiros resultados das cinco escolas que receberam laptops em 2007 e 2008 e fazem parte do pré-projeto piloto. O evento terá continuidade amanhã (29), na parte da manhã e da tarde. O Programa Um Computador por Aluno tem como objetivo ser um projeto educacional utilizando tecnologia, inclusão digital e adensamento da cadeia produtiva comercial no Brasil, e prevê que cada aluno e professor da rede de ensino público utilize um computador portátil para a realização de tarefas escolares.

Na abertura do evento, a superintendente da SUFRAMA, Flávia Grosso, destacou a importância do projeto para otimização da educação do País e para o adensamento da cadeia produtiva e o fato de uma empresa instalada no Polo Industrial de Manaus (PIM), a CCE, ser a responsável pela produção dos computadores que contribuem para a comunidade de educação do Brasil. “A SUFRAMA está muito orgulhosa em sediar o evento e mais orgulhosa ainda em ser uma empresa do PIM que esteja contribuindo para realização do Projeto”, afirmou a superintendente.

O representante do Gabinete da Presidência da República, José Luiz Maio de Aquino, explicou que os debates educacionais e a apresentação do que o projeto representa em cada escola, além do desafio da implantação do projeto piloto, deverão ser apresentados nos dois dias de evento. Aquino ressaltou a importância da inclusão digital para o futuro da educação, acrescentando que “muitas vezes o programa proporciona o primeiro contato do aluno com o computador e que o equipamento será de posse do aluno e do professor enquanto os mesmos estiverem na escola ligada ao PROUCA”.

Também estiveram presentes na abertura do workshop representantes do Ministério da Educação (MEC), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BDI) e Fundação Pensamento Digital.