Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Superintendente Rebecca Garcia tem audiência sobre o Plano de Mobilidade Urbana de Manaus

Notícias

Superintendente Rebecca Garcia tem audiência sobre o Plano de Mobilidade Urbana de Manaus

Nova legislação está em fase de elaboração e pode contribuir para o fortalecimento da infraestrutura viária e logística do Polo Industrial de Manaus.
por Diego Queiroz publicado: 07/12/2015 00h00 última modificação: 25/01/2016 17h14

A superintendente da Zona Franca de Manaus, Rebecca Garcia, teve audiência na manhã desta segunda-feira (7), na sede da SUFRAMA, com o vereador da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Professor Bibiano, e o professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Geraldo Alves. A reunião teve o objetivo de discutir o Plano de Mobilidade Urbana de Manaus, que está em fase de elaboração na CMM, e possíveis contribuições da nova legislação para o fortalecimento da infraestrutura viária e logística do Polo Industrial de Manaus (PIM).

De acordo com a superintendente Rebecca Garcia, discutir alternativas para a revitalização e o aprimoramento da malha viária do PIM tem sido uma das prioridades desde o início de sua gestão à frente da SUFRAMA. Além de ressaltar que o Distrito Industrial deve ser um cartão de visitas da cidade, ela afirmou que o asfaltamento das vias, aliado à promoção de sinalização e outras ações de mobilidade e trafegabilidade urbana, faz-se imprescindível para reduzir índices de acidentes com vítimas fatais e perda de produção por parte das empresas, bem como potencializar ações de atração de novos investimentos.

Ela recebeu das mãos do vereador Professor Bibiano uma minuta do Plano de Mobilidade Urbana e se comprometeu a analisar o documento, com vistas a prestar as considerações da SUFRAMA no que dizem respeito, principalmente, a possíveis normas que tratem do Distrito Industrial de Manaus e bairros adjacentes. “A competência de asfaltar e urbanizar o Distrito Industrial é da Prefeitura de Manaus, mas isso não significa que ela tenha que fazer isso sozinha. A SUFRAMA tem total interesse nesse tema e tem se colocado sempre como órgão parceiro. Vamos analisar o documento elaborado pela Câmara Municipal para dar nossas contribuições e, em caso de necessidade, podemos, inclusive, comparecer à CMM para discutir o Plano de Mobilidade e outras questões de interesse do PIM com parlamentares e profissionais de outros órgãos e entidades”, afirmou.

O vereador Professor Bibiano destacou que a implementação do Plano de Mobilidade Urbana possibilitará à Prefeitura de Manaus apresentar projetos ao Governo Federal a fim de angariar recursos, facilitando, assim, possíveis parcerias a serem efetivadas. “Não queremos apenas discutir a melhoria da malha viária, mas ações de mobilidade urbana como um todo. Estamos à disposição da SUFRAMA para ouvir as suas considerações quanto ao PIM e sugestões de melhorias sobre o Plano de uma forma geral”, disse o parlamentar.