Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Thomaz Nogueira destaca importância da participação da SUFRAMA na Rio+20

Notícias

Thomaz Nogueira destaca importância da participação da SUFRAMA na Rio+20

Segundo o superintendente, é preciso que a autarquia esteja na vanguarda das discussões sobre o desenvolvimento sustentável.
publicado: 20/06/2012 00h00 última modificação: 18/03/2016 17h43

É preciso que a SUFRAMA esteja na vanguarda das discussões sobre o desenvolvimento sustentável e, no seu papel de agência de desenvolvimento regional, a autarquia precisa estar inserida nesse contexto. É o que afirmou o superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Nogueira, ao falar sobre a importância da participação da SUFRAMA na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), evento que ocorre no período de 13 a 22 de junho, na cidade do Rio de Janeiro.

Segundo Nogueira, é imprescindível a participação massiva da sociedade e, principalmente, dos representantes da Amazônia, nas discussões que têm impacto nessa região. “É importante e necessário acompanhar o que está sendo discutido e acordado, e buscar meios de interferir no processo de tomada de decisão”, afirmou. O superintendente disse ainda que a Rio+20 também se apresenta como um momento propício para a identificação de inovações tecnológicas que servirão como referência para a prospecção de novos negócios e serviços com soluções sustentáveis para a região.

Sobre a programação de palestras agendada pela SUFRAMA durante o evento, Nogueira ressaltou que esta foi a forma escolhida pela autarquia para se inserir nas discussões da Rio+20 na defesa dos interesses dos estados de sua área de atuação – Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima e Área de Livre Comércio de Macapá-Santana, no Amapá.

Nas apresentações da SUFRAMA estão em destaque: a contribuição do modelo ZFM para a conservação da cobertura florestal no Amazonas, a elaboração de um plano diretor para gestão de resíduos sólidos no Polo Industrial de Manaus, e a interação da SUFRAMA com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), com vistas a um plano de ação voltado para o incremento da economia verde na região, agregando valor na cadeia produtiva com foco em tecnologia e inovação.

As próximas palestras estão marcadas para quinta-feira (21), no auditório do estande da Confederação Nacional da Indústria – CNI, no Pavilhão 3 do píer da Praça Mauá – Centro, e na sexta-feira (22), no Pavilhão da Amazônia Brasileira, no Parque dos Atletas, ambas das 11 às 13 horas.