Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Três Corações prevê para o segundo semestre início de produção na ZFM

Notícias

Três Corações prevê para o segundo semestre início de produção na ZFM

A informação foi dada durante reunião com o superintendente da autarquia, Appio Tolentino, que destacou a importância desta iniciativa da empresa.
por Márcio Gallo publicado: 27/04/2018 14h43 última modificação: 30/04/2018 11h51

Na manhã desta sexta-feira (27), representantes da Três Corações, uma das maiores empresas do mercado de café do Brasil, estiveram na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e informaram que a produção da marca na Zona Franca de Manaus (ZFM) deve ser iniciada até o início do segundo semestre deste ano. A informação foi dada durante reunião com o superintendente da autarquia, Appio Tolentino, que destacou a importância desta iniciativa da empresa.

“É muito relevante a vinda da Três Corações para produzir na região. Isso vai aumentar a oferta de postos de trabalho e levará benefícios, também, para outros Estados cobertos pelos incentivos da ZFM, como Rondônia, que terá sua produção de café aproveitada pela empresa”, disse Tolentino. “Esse é um dos maiores benefícios da instalação de empresas deste porte na Zona Franca de Manaus, espraiar a geração de empregos e renda para regiões vizinhas”, acrescentou.

A reunião, acompanhada pela coordenadora geral de Estudos Econômicos e Empresariais da SUFRAMA, Ana Maria Souza, tratou ainda de questões técnicas da instalação da empresa na região. Atualmente, a Três Corações já atua no mercado local em parceria com outra fabricante de cafés de Manaus, que fornece sua produção para suprir a demanda da empresa. “Com a nossa planta fabril em Manaus, teremos capacidade plena de produzir café de qualidade para abastecer o mercado regional e nacional”, afirmou Danísio Barbosa, diretor financeiro da empresa.

A estimativa inicial da empresa é de gerar mais de 100 novos postos de trabalho a partir do início da atividade da planta fabril da Três Corações na ZFM, cujo projeto para atuar na região foi aprovado pelo Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS) durante a 282ª Reunião Ordinária do colegiado, realizada no último mês de março.