Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Última reunião do CAS em 2018 analisa pauta de US$ 105.9 milhões em investimentos

Notícias

Última reunião do CAS em 2018 analisa pauta de US$ 105.9 milhões em investimentos

Serão analisados 27 projetos industriais e de serviços, sendo 12 de implantação e 15 de ampliação, atualização ou diversificação, com previsão de mão de obra adicional de 1.294 trabalhadores no Polo Industrial de Manaus (PIM).
por Diego Queiroz publicado: 13/12/2018 13h00 última modificação: 13/12/2018 15h54

O Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (CAS) realiza nesta sexta-feira (14), a partir das 10h, no auditório da SUFRAMA, sua 286ª Reunião Ordinária, com o objetivo de analisar pauta com 27 projetos industriais e de serviços, sendo 12 de implantação e 15 de ampliação, atualização ou diversificação. Juntos, os projetos somam US$ 105.967 milhões em investimentos totais e prevêem mão-de-obra adicional de 1.294 trabalhadores no Polo Industrial de Manaus (PIM) a partir do terceiro ano de funcionamento das linhas de produção.

A reunião será presidida pelo ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, e contará com a presença do superintendente da SUFRAMA, Appio Tolentino, do governador eleito do Amazonas, Wilson Lima, de conselheiros representantes dos diversos ministérios integrantes do CAS e de demais representantes de entidades de classe e órgãos governamentais da região, entre outros.

Este será o quinto e último encontro do CAS neste ano, incluindo dois eventos itinerantes - a 283ª Reunião Ordinária, realizada em maio, em Rio Branco (AC), e a 285ª Reunião ordinária, realizada em outubro, em Porto Velho (RO). Caso a pauta proposta para a reunião desta sexta-feira seja aprovada na íntegra, o Conselho fechará 2018 com um total de 146 projetos industriais e de serviços aprovados, os quais resultarão potencialmente em investimentos totais de cerca de US$ 1.1 bilhão e na geração de 4.739 empregos ao longo dos próximos três anos na região.

Destaques
Entre os projetos industriais de implantação, que representam genuinamente a abertura de novos empreendimentos no PIM, os maiores destaques são as iniciativas das empresas Nansen SA Instrumentos de Precisão, para produção de registradores/medidores de energia elétrica, com investimento total de US$ 11.735 milhões e previsão de geração de 187 empregos; SMX Agroindustrial, para fabricação de couros e peles curtidos, com investimento total de US$ 3.69 milhões e mão de obra adicional de 91 trabalhadores; e Indra Comércio de Máquinas e Motores, para produção de reboques para transporte de mercadorias e embarcações de alumínio para transporte de pessoas e mercadorias, com investimento total de US$ 785 mil e geração de 39 empregos.

No caso dos projetos de ampliação, diversificação e atualização, podem ser citadas como destaques as proposições das empresas Cal-Comp Indústria e Comércio de Eletrônicos e Informática, voltada à produção de terminais de captura de dados (transações comerciais), com investimento total de US$ 12.523 milhões e geração de 101 empregos; Ardagh Indústria de Embalagens Metálicas do Brasil, para produção de tampas de alumínio para latas de alumínio ou aço para acondicionamento de líquidos potáveis, com investimento total de US$ 20.186 milhões e geração de 5 empregos; e U.G. Indústria de Colchões da Amazônia, para fabricações de itens como colchões de espuma e de mola combinados, estofados com armação de ferro, travesseiros e camas articuladas e americanas, com investimento total de US$ 650 mil e geração de 72 empregos.

registrado em: , ,