Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Indústria petroquímica pioneira no Norte do País apresenta produção à Suframa

Notícias

Indústria petroquímica pioneira no Norte do País apresenta produção à Suframa

Dados da indústria Innova foram apresentados durante visita de dirigentes da Suframa à empresa, que tem unidades que fabricam os chamados estirênicos, resinas termoplásticas e transformados plásticos.
por Layana Rios publicado: 19/02/2020 08h23 última modificação: 19/02/2020 09h45

Durante visita de representantes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) à planta da Innova – única petroquímica do Norte do País - localizada no Polo Industrial de Manaus (PIM), na Avenida Torquato Tapajós, em Manaus, o titular da Autarquia, Alfredo Menezes, acompanhado do coordenador-geral de análise de Projetos Industriais, Flávio Ramos, e de técnicos da Suframa, foi recebido pelo presidente da empresa, Lírio Parisoto, e pelo gerente industrial, Eloi Parisoto, e equipe.

A Innova é uma indústria petroquímica que desenvolve e fabrica os chamados estirênicos, resinas termoplásticas e transformados plásticos. Na unidade visitada (Unidade I) são produzidos filmes plásticos de polipropileno biorientado (BOPP) – usado amplamente em embalagens flexíveis de alimentos, rótulos de garrafas PET, fitas adesivas, entre outros –, laminados plásticos em bobinas de poliestireno (PS) e polipropileno (PP) e tampas plásticas para águas minerais, sucos e refrigerantes.

Já na outra unidade da empresa localizada no PIM (Unidade IV) são produzidos poliestirenos de uso geral (GPPS), uma espécie de plástico usado em brinquedos, eletrodomésticos, copos e talhares descartáveis, entre outros, e poliestirenos de alto impacto (HIPS), tipo de plástico mais resistente que pode ser aplicado em componentes eletrônicos, materiais de escritório, utensílios domésticos, entre outros.

A companhia informou que recentemente implantou a terceira linha para a fabricação de filmes de polipropileno biorientado (BOPP) e ampliou o portfólio para os filmes de cinco camadas, abrindo mercado ao fornecimento de novas aplicações. A fábrica gera cerca de mil empregos diretos e também está trabalhando no desenvolvimento do primeiro poliestireno do Brasil com até 30% de material pós-consumo na composição e com as propriedades mecânicas similares ao produto fabricado com 100% da resina virgem, sendo o primeiro produto “verde” da Innova.

Após reunião com a diretoria e visita às instalações produtivas da fábrica, o superintendente Alfredo Menezes disse que levará as demandas da empresa à equipe técnica da Suframa e ao Ministério da Economia. “Estamos aqui para coletar as necessidades da empresa com o objetivo de crescermos e expandirmos ainda mais e colaborarmos de maneira decisiva com o crescimento produtivo da Innova e, consequentemente, com o desenvolvimento do nosso estado e da região”, afirmou.

registrado em: ,