Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Universitários de RR esclarecem dúvidas sobre o desenvolvimento regional

Notícias

Universitários de RR esclarecem dúvidas sobre o desenvolvimento regional

Alunos e professores do Curso de Geografia da Universidade Estadual de Roraima estiveram na sede da autarquia federal, em Manaus, para conhecer melhor as especificidades do modelo Zona Franca
por Diego Queiroz publicado: 24/05/2019 17h23 última modificação: 24/05/2019 23h34

Como parte da programação itinerante que a Universidade Estadual de Roraima (UERR) promove em Manaus neste mês de maio, aproximadamente 20 acadêmicos e professores do Curso de Licenciatura em Geografia da UERR visitaram a sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) nesta sexta-feira (24) para acompanharem a palestra "O Sistema Regulatório da Zona Franca de Manaus (ZFM) e o papel da Suframa", proferida pelo coordenador-geral substituto de Estudos Econômicos e Empresariais da Autarquia, Jessé Rodrigues.

A iniciativa da Universidade visa a proporcionar aos universitários um aprofundamento dos conhecimentos referentes a atividades e projetos que fomentam o desenvolvimento regional.

Durante a palestra, Rodrigues explicou, por meio de dados estatísticos e vídeos, diversos conceitos relacionados ao modelo Zona Franca de Manaus, buscando demonstrar como a atividade econômica do Amazonas repercute positivamente em outros Estados brasileiros e tem a capacidade de gerar emprego e renda para a população de todo o País. Ele também abordou a possibilidade de investimentos da Autarquia em prol do desenvolvimento regional, mediante convênios para transferência de recursos federais, e explicou que, mesmo com os gargalos da infraestrutura logística da região e a grande distância para os principais mercados consumidores do País, as vantagens comparativas ofertadas compensam os investimentos industriais.

Após a apresentação, os acadêmicos tiveram a oportunidade de fazer suas considerações e tirar dúvidas. As principais questões feitas foram sobre a atuação da unidade da Suframa em Boa Vista e das especificidades tributárias para empresas situadas na capital roraimense, bem como sobre o desenvolvimento de tecnologias próprias na região visando, futuramente, à inserção competitiva de produtos made in ZFM no mercado global.