Você está aqui: Página Inicial > Notícias > ZFM tem grande destaque em premiação internacional sobre competitividade global

Notícias

ZFM tem grande destaque em premiação internacional sobre competitividade global

Região foi a vencedora de quatro categorias na premiação referente à competitividade global de Zonas Francas para o ano de 2017, promovida pela fDi Intelligence, uma publicação do grupo do jornal britânico Financial Times.
por Layana Rios publicado: 20/10/2017 10h44 última modificação: 20/10/2017 12h51

A Zona Franca de Manaus (ZFM) foi a vencedora de quatro categorias na premiação referente à competitividade global de Zonas Francas para o ano de 2017, promovida pela fDi Intelligence, uma publicação do grupo do jornal britânico Financial Times. A premiação reconhece as zonas francas mais promissoras em todo o mundo. A ZFM foi vencedora nas categorias "Melhor Zona das Américas - Grandes Inquilinos", "Melhor Zona Franca para Sustentabilidade", "Melhor Zona Franca para Expansão" e "Melhor Zona Franca para Novos Investimentos". A publicação dos resultados está na edição deste mês da fDi Magazine.

Para o superintendente da Zona Franca de Manaus, Appio Tolentino, o resultado é o reflexo do trabalho realizado ao longo dos 50 anos do modelo ZFM, sobretudo, no Polo Industrial de Manaus (PIM), com a atratividade de empresas mundiais para um parque fabril de aproximadamente 500 indústrias, que concentra o polo de Duas Rodas brasileiro e se destaca, ainda, nos segmentos Eletroeletrônico, Bens de Informática e Químico. “Temos um polo industrial pujante, que mesmo diante da atual crise que passamos, abastece o mercado brasileiro, está expandindo as exportações e tem a segurança jurídica necessária para a atração de novos investidores”, destacou Tolentino.

As empresas do PIM faturaram R$ 50,8 bilhões entre janeiro e agosto deste ano, conforme dados dos Indicadores de Desempenho sintetizados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), o que representa um crescimento de 6,90% em relação ao mesmo período do ano passado. Em relação a novos investimentos, o Conselho de Administração da SUFRAMA já aprovou 41 projetos de implantação no ano de 2017, que têm o prazo de até três anos para se instalarem no PIM e a previsão de US$ 223.09 milhões em investimentos.

Outro fator de reconhecimento é a conservação ambiental obtida com a concentração da atividade econômica na área do PIM, o que garantiu, comprovadamente, a preservação de 98% da floresta do Estado do Amazonas. “Além de todo o pacote de incentivos fiscais, o PIM tem a vantagem de ser um instrumento de preservação ambiental na Amazônia e estamos trabalhando ainda no aproveitamento dessa biodiversidade para a criação de produtos pautados na sustentabilidade dos recursos”, disse.

A fDi analisa as áreas econômicas especiais de todo o mundo para identificar quais apresentam resultados expressivos em perspectivas de investimento, possibilidade de expansão, capacidade produtiva e impactos regionais, entre outros aspectos. Para os prêmios deste ano, a fDi convidou zonas francas, entidades governamentais e organismos de promoção de investimentos para completar um questionário que detalha atratividade, instalações e incentivos oferecidos aos investidores. A SUFRAMA foi inscrita na premiação por meio da Coordenação Geral de Comércio Exterior. No total, foram recebidas 66 inscrições de zonas livres em todo o mundo, segundo informações da fDi.