Você está aqui: Página Inicial > SUFRAMA vai economizar mais de R$ 2 milhões com implantação do Siads

Notícias

SUFRAMA vai economizar mais de R$ 2 milhões com implantação do Siads

Além da redução de custos, haverá ganhos nas tarefas de gestão de patrimônio, estoque, cadastro de materiais e suprimentos.
por Enock Nascimento publicado: 26/06/2017 18h49 última modificação: 26/06/2017 18h49

A SUFRAMA vai economizar mais de R$ 2 milhões por ano com a implantação do Sistema Integrado de Administração de Serviços (Siads), ferramenta que permite a gestão integrada de controle patrimonial, administração de estoque e serviços de transporte. Após testes, a autarquia começou a utilizar oficialmente o sistema na última quinta-feira (22).

O coordenador-geral de Recursos Logísticos (CGLOG), substituto, Daniel Lima Filho, explica que a SUFRAMA irá pagar cerca de R$ 10 mil mensais para acessar e utilizar o Siads – uma economia superior a 90% em relação aos sistemas utilizados anteriormente. “Isso representa uma grande redução de custos, pois, com a hospedagem dos softwares para o controle de patrimônio e o do material de estoque no ambiente Serpro, pagávamos, antes, R$ 91.575,11 em cada, por mês. Somados, esses dois contratos representavam uma despesa anual de R$ 2.197.802,64”, detalhou.

Além da redução de custos, Lima destaca outros ganhos nas tarefas de gestão de patrimônio, estoque, cadastro de materiais e suprimentos. “Há várias vantagens como a diminuição de retrabalho, maior controle do material permanente e ganho de tempo. Além disso, o Siads permite toda a gestão administrativa dos bens patrimoniais, inclusive, com registro de depreciação e dos materiais de consumo, além de ter integrações on-line com outros dois sistemas: o Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira) e o Siasg (Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais)”, observou.

 

Inicialmente, a SUFRAMA irá usar o Siads para o controle dos bens patrimoniais e materiais de estoque. A previsão é que, ainda neste ano, a administração da frota de veículos também seja feita pelo sistema gerenciado pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). “É importante ressaltar o esforço da equipe da CGLOG, especialmente da Coordenação de Material e Patrimônio (Comap) e da Seção de Patrimônio (Sepat), para a adesão ao Siads. Tivemos, por exemplo, que catalogar manualmente mais de 19 mil bens permanentes de toda a SUFRAMA, incluindo as descentralizadas. A autarquia só tem a ganhar com essa funcionalidade”, frisou, ressaltando que a adesão ao Siads será obrigatória para todo os órgãos públicos federais em 2018.

 

Siads

 

O Siads foi desenvolvido pelo Serpro para o Ministério da Fazenda e está sob gestão da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e da Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração (Spoa). A solução possibilita aos entes federais realizar um controle completo e efetivo de seus estoques de materiais, bens patrimoniais e serviços de transporte. Está interligado ao Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi), principal instrumento utilizado para registro, acompanhamento e controle da execução orçamentária, financeira e patrimonial. Somado a isso, está adequado ao padrão definido para identificação de materiais (Federal Supply Classification).

 

O Siads possui também: integração com a contabilidade e custos; inventário eletrônico em plataforma mobile; controle permanente de depreciação dos bens; suporte ao usuário; e proteção dos dados.